visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
15.07.20

Fizemos uma parceria com a Simple Skincare, que se uniu ao Little Mix para se posicionar contra o ódio e o bullying on-line, limpando palavras cruéis e apoiando todos que escolherem a bondade (movimento #ChooseKindness). Conversamos com o Little Mix sobre a campanha e suas experiências com o ódio online.

Obviamente, vocês veem muita porcaria na imprensa sobre o que vocês devem vestir e a mensagem que vocês passam, encontram o mesmo online?

“É sempre online. A maior parte do que recebemos vem das mídias sociais, das pessoas atrás das telas dos computadores e das telas dos telefones. Na seção de comentários de artigos e essas coisas, é o tempo todo.” – Perrie

Quem tem as melhores respostas para esse tipo de coisa?

“Definitivamente a Jade! Ela sempre sabe o que dizer!” – Leigh

Muitos jovens lidam com abuso online todos os dias. O que vocês diriam a eles?

“É realmente difícil, porque quando as pessoas estão sendo cruéis online, é difícil lidar com isso. Quando você não é esse tipo de pessoa e alguém está agindo dessa forma, você simplesmente não sabe por que alguém iria querer dizer algo desagradável ou cruel. Você só precisa manter a confiança em si mesmo e talvez tentar conversar com alguém próximo que te ouça.” – Perrie

Vocês já olharam para comentários negativos on-line sobre si mesmas?

“Ah, sim. Acho que todas nós temos culpa no cartório por olhar esses comentários, e acho que em certo momento costumávamos ficar obcecadas com isso, e essa obviamente é uma maneira não saudável de viver a vida. É assim que você começa a ficar mais insegura consigo mesma e, ao longo dos anos, realmente aprendemos a não deixar essa negatividade nos abalar e o quanto isso foi ruim para nós. Agora está meio que fora de nossas vistas, longe de nossos pensamentos. Tentamos não ler mais. É ótimo que o Instagram te permite bloquear palavras e coisas que você não deseja ver. Isso nos ajuda a nos cercar de coisas muito mais positivas.” – Jade

A sessão de fotos que vocês fizeram para ‘Strip’ é muito sobre isso. O que vocês diriam que foi a pior coisa que alguém disse à vocês que se lembram?

“Acho que, para mim, é sempre quando alguém diz: “você não é boa o suficiente” ou que tenha questionado a minha capacidade. Por exemplo, se você atinge uma nota baixa e as pessoas comentam sobre isso, ou você erra um movimento de dança. Acontece! Mas isso realmente fica na minha mente, porque você fica se questionando se você é bom no que faz.” – Leigh

Recentemente, vocês começaram a falar sobre suas lutas com a saúde mental. O que fez vocês querem começar a falar sobre isso?

“Eu acho que é porque estamos em um bom lugar no momento e, quando você está com a cabeça boa, consegue falar dessas coisas com mais facilidade. Espero que isso ajude alguém por aí que tenha passado pela mesma coisa.” – Perrie

Por que falar sobre isso é tão importante? Como todos podemos começar a falar mais sobre isso?

“Eu acho que quanto mais você fala sobre isso, mais todo mundo fala, isso começa a normalizar. Torna-se um assunto menos tabu para se falar e, ao fazê-lo, ajuda muitas pessoas. Eu acho que por muito tempo, a saúde mental não era falada o suficiente ou poderia ter sido levada mais a sério porque ninguém falava sobre isso.”– Jade

“Sim, e acho que quanto mais você fala sobre isso, é como um peso sendo tirado de seus ombros. Eu acho que especialmente com as mídias sociais, temos essa enorme plataforma a qual nós queremos usar para falar sobre esse tipo de coisa e sermos positivas. Acho que esperamos que isso ajude a combater parte da negatividade on-line também.” – Jesy

Você acha que as coisas com as quais você teve que lidar contribuíram para isso?

“Uma das principais razões pela qual começamos a falar mais sobre, você se vê no outro lado lidando com este tipo de coisa e quando você está em uma posição melhor, você tem esse desejo. Eu também acho que estamos sendo mais ouvidas. As pessoas estão começando a perceber e entender quão gigante é o impacto que grandes artistas podem ter e esperamos que isso possa ajudar de alguma forma.” – Jade

O que vocês acham que poderia ou deveria ser feito para lidar/tentar resolver os ataques online? Como podemos tornar a internet um lugar melhor?

“Na vida real, não na online, se você visse alguém na rua, seria mais provável você elogiar do que gritar em direção a essa pessoa. Achamos que um elogio é algo muito mais benéfico. Acreditamos no ato de fazermos as pessoas se sentirem melhores sobre elas mesmas. Ao invés de derrubar alguém e vomitar coisas negativas sobre ela por 27 horas e 7 dias por semana, coloque elas para cima e as faça se sentir incrível. É o mesmo de forma online, chegue nas pessoas e deixe elas saberem o quão incrível você acha que elas são ao invés de apenas ser negativo.” – Perrie

“Muito mais deve ser feito por outras pessoas para combater isso. Deveria haver mais supervisão nas plataformas e talvez consequências mais severas para pessoas que fazem esse tipo de coisa com frequencia, pois a consequência que as pessoas que passam por isso pode ser imensamente grande.” – Leigh

“Sim, o efeito que esse tipo de coisa pode ter na saúde mental das pessoas é imenso e parece que não estão sendo feito coisas suficientes pelas pessoas no momento para fazer com que isso pare de acontecer.” – Jade

O que você diria para quem que posta coisas negativas na internet?

“Na maioria dos casos, as pessoas que estão compartilhando ódio online tem inúmeros problemas em suas vidas pessoais. Leva muita energia parar de focar em sua própria vida para focar-se em ser horrível com outra pessoa, então obviamente a raiz de tudo isso é sentir-se uma porcaria. Então eles precisam conversar com alguém, conseguir alguma ajuda, encontrar uma forma de canalizar toda essa energia em algo positivo.” – Jade

“É tão mais fácil ser gentil.” – Jesy

O que vocês acham que eles podem aprender através da campanha #ChooseKindness?

“Apenas seja gentil, essa é a vibe. Eu não acho que os trolls realmente percebem o impacto que eles tem sobre as pessoas quando dizem algo ruim, mesmo que esteja passando por elas. O impacto disso realmente precisa ser entendido, e espero que a campanha faça isso e capacite as pessoas a serem mais gentis.” – Perrie

No espírito da #ChooseKindness, qual foi a coisa mais gentil que alguém já fez por você?

“A coisa mais gentil, para mim, seria as meninas e como elas são um sistema de apoio tão positivo na minha vida. Quando chego ao trabalho, sei que tenho três amigas para encontrar. É uma sensação muito boa.” – Leigh

Veja como Little Mix enxuga as palavras cruéis e assista ao vídeo da campanha #ChooseKindness, além de conferir o ensaio fotográfico abaixo:

Salvo em: Entrevistas
Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D online &