visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
13.08.20

…E o que elas aprenderam desde sua formação em 2011

Nesta época de isolamento e quarentena, nunca foi tão importante verificar uns aos outros e se conectar. Isso vale para artistas também, que têm se distanciado socialmente junto conosco: transmissões ao vivo de shows e reuniões, criando seus próprios talk shows, e… bem, isso é o que queremos que elas nos digam.

Jade Thirlwall tomou um gole da sua garrafa de água e fez o resto do seu grupo, Little Mix, morrer de rir. Essa não é uma garrafa de água comum. É simplesmente enorme, maior do que um Nalgene e mais ou menos do tamanho da cabeça de Thirlwall, um fato que fica claro quando ela segura a garrafa perto do seu rosto. Inclusive, de alguma forma, parece um pouco torta, e faltando uma tampa. Foi a deixa para a risada.

“Bem, a questão é”, ela explica via vídeo no Zoom enquanto Perrie Edwards e Leigh-Anne Pinnock olham em janelas separadas. “Chegou e estava fedendo, então coloquei no lava-louças e deformou, então agora a tampa não encaixa.”

Embora o quarto membro Jesy Nelson não tenha participado por causa de uma bateria descarregada, a cena ainda é uma prévia do companheirismo de Little Mix, energia que elas tiveram que manter viva em um chat no Whatsapp neste ano. 2020 foi o ano em que as quatro ficaram mais tempo separadas desde que o grupo foi formado, nove anos atrás, e foi difícil, especialmente considerando os planos para a turnê de verão que o grupo teve que cancelar.

Felizmente, elas se reuniram pessoalmente para trabalhar. Elas filmaram um lyric vídeo para a nova música “Holiday” – que as colocou na mesma filmagem, mas não juntas na frente das câmeras devido ao distanciamento social – e o clipe oficial que está por vir da música. Quando elas falaram com a MTV News, o trio estava separado novamente, mas ainda curtindo uma risada. A seguir, elas nos contam sobre sua tão merecida folga, as playlists que as mantiveram à tona desde março e o que aprenderam ao se aproximarem dos 10 anos de Little Mix.

MTV News: Todo mundo ainda está empolgado com “Holiday”, então vocês podem falar um pouco sobre como a música surgiu?

Perrie Edwards: Éramos nós três com [a produtora] Kamille, e estávamos no estúdio, e acho que escrevemos, tipo, seis músicas em uma sessão, né? Acho que a razão de continuar é porque ficávamos pedindo champanhe. Estávamos apenas amando a vida, e Kamille adora champanhe no estúdio, não é?

Estávamos pensando, ai Deus, é tipo, sobre o que podemos escrever, nos sentimos bem … Então começamos a escrever sobre como os meninos podem fazer você se sentir como se estivesse de férias, e foi assim que aconteceu. Tudo simplesmente se encaixou. Foi muito divertido escrever. Obviamente estávamos ficando um pouco bêbadas, então foi ainda mais divertido.

MTV News: Quantas garrafas de champanhe vocês acham que tomaram?

Edwards: Bem, eu sou café com leite, então uma taça foi o suficiente para mim. Talvez três [garrafas].

Leigh-Anne Pinnock: Sim, foram algumas.

Edwards: Mas havia tipo seis ou sete de nós no estúdio.

MTV News: Qual foi a logística por trás das filmagens do lyric vídeo de “Holiday”? Presumo que todas tenham filmado partes separadamente. Como foi essa experiência?

Jade Thirlwall: Naquele ponto, nós tínhamos permissão para voltar ao trabalho, mas tínhamos que estar todas socialmente distantes e não podíamos ficar perto umas das outras na frente das câmeras, todo esse tipo de coisa. Então, sim, foi realmente bizarro. Mas eu acho que todo mundo está apenas tendo que se acostumar com isso, né? Esse foi nosso primeiro dia de volta ao trabalho?

Edwards: Não. Nosso primeiro dia de volta foi o videoclipe de “Holiday”, que foi ainda mais estranho e bizarro.

Thirlwall: Bem, nós somos rainhas do conteúdo. Gostamos de entregar conteúdo em todos os formatos diferentes, então para o lyric vídeo pensamos, aqui está outro vídeozinho para você: nós em pé na frente da cortina com uma luz azul e rosa.

Pinnock: Toma um pouco disso.

Edwards: Fantástico. Você acha que terminamos? Não não. Há mais por vir.

MTV News: Pessoalmente falando, quais foram as melhores férias que vocês já tiveram?

Thirlwall: Não vou mentir, acho que provavelmente iria gostar de passar férias sozinha.

Pinnock: Sério?

Edwards: Sério?

Thirlwall: Sim. Porque … eu não sei. Eu me sinto meio vagante. Quando estamos na estrada e temos um dia de folga em qualquer cidade ou país em que estivermos, deixe-me sozinha no hotel. Eu terei um livro ou qualquer coisa e estarei apenas vagando. Eu só gosto de descobrir novos lugares. Eu fui para a Tailândia em janeiro, na verdade com dois amigos, mas eu admiro essas pessoas que viajam sozinhas.

Pinnock: Você seria capaz de ir até as pessoas e falar com elas, pessoas aleatórias?

Edwards: [preocupada] Não! Ela seria sequestrada!

Thirlwall: Sabe de uma coisa, na verdade? Acho que foi na Áustria: eu estava vagando sozinha e um homem perguntou se eu queria entrar em sua van de sorvete.

Pinnock: Jade!

Edwards: Você tem que ter muito cuidado, Jade. Você não pode simplesmente vagar por aí por conta própria.

MTV News: Este é o primeiro verão em algum tempo que vocês realmente não puderam se apresentar e sair em turnê, embora houvesse planos para isso. Em vez disso, como vocês passaram o verão?

Thirlwall: Eu tento não pensar muito nisso porque se eu pensar muito sobre o fato de que deveria estar na estrada agora, fazendo o que eu mais amo, isso não vai fazer nada pela minha mente.

Pinnock: Mas também sabemos que a turnê está chegando. Então pelo menos temos algo pelo qual esperar. Está em andamento, sim, então não é como se estivesse completamente cancelada. Faremos uma turnê.

Edwards: E também há tanta coisa acontecendo no mundo agora, então seria meio egoísta da nossa parte nos sentirmos de uma certa maneira, porque todo mundo está passando por isso. O mundo inteiro está em isolamento e o mundo inteiro está perdendo coisas que eles gostariam de fazer, como casamentos e coisas assim. É muito. Todo mundo está passando por muita coisa agora. Estamos ansiosas para que termine, para que possamos voltar à normalidade.

MTV News: Antes de vocês voltarem para fazer o vídeo de “Holiday”, foi a maior quantidade de tempo desde que o grupo começou que vocês realmente não estiveram juntas?

Edwards: Sim. Foi terrível. Foi bom e ruim ao mesmo tempo. Foi bom ter uma folga pela primeira vez em nossas vidas – nós nunca tivemos tanto tempo livre – mas não estar com as meninas me fez sentir… Acho que todos nós dissemos isso. Nós nos enviávamos mensagens constantemente. Tipo gente, é por isso que dependemos tanto umas das outras, porque quando não estamos juntas, é estranho. Nós passamos pelas coisas individualmente e só queríamos nossas meninas lá, e não sermos capazes de nos ver e confortar da maneira que sempre fazemos foi uma merda. Senti como se tivesse perdido uma parte do corpo.

Thirlwall: Eu senti que tinha passado por um término ou algo assim. Sabe, quando você está sentado e vê algo engraçado, você fica tipo, as garotas achariam isso muito engraçado.

Pinnock: Sim!

Edwards: Sim!

MTV News: Tem alguma trilha sonora preferida que vocês têm ouvido?

Thirlwall: Tenho feito muitas playlists na quarentena. Eu tenho uma chamada “babado” , um monte de músicas pop fantásticas dignas de surpreender, que me ajudaram a passar por isso. Eu tenho uma que chamei de “It’s Cool to Cry”. Está cheia de canções que me fazem chorar.

Edwards: Eu gosto disso.

Pinnock: Eu sinto que pego um álbum e simplesmente escuto o máximo que posso. Eu apenas escuto, escuto, escuto por meses e depois vou para outro e escuto por meses.

Edwards: Tenho tentado não ouvir muito nosso novo álbum porque às vezes eu exagero. Mas eu já tenho curtido nosso álbum.

Pinnock: Eu também estou curtindo, a que é a baladinha e a música lenta.

Edwards: Sério? Provavelmente porque você viveu com o resto dela por muito tempo. Porque elas são novidade, talvez?

Pinnock: É porque adoro baladinhas. Qualquer música lenta, não é?

Edwards: Vou te dizer uma coisa: o álbum do Harry Styles é absolutamente viciante. Estou viciada desde que foi lançado e ainda estou viciada. Simplesmente não me canso.

MTV News: Quais foram algumas das coisas que vocês fizeram para ativar a criatividade nos últimos meses?

Thirlwall: Tem sido bom fazer coisas que você normalmente não tem tempo.

Edwards: Como o TikTok! Eu sinto que éramos todas viciadas em TikTok, fizemos tantos e então, por serem tão difíceis de fazer, eu estava tipo, certo, estou entediada com isso agora também.

Pinnock: Eles demoram tanto!

Edwards: Demora 10 horas para gravar um clipe de 30 ou 15 segundos. Não dá, mesmo que você esteja em isolamento.

Pinnock: Você conhece aquele do wipe? “Wipe, wipe, wipe it down.” Eu queria muito tentar, mas pensei, quer saber? Isso é apenas longo. Quem tem tempo? Eu não.

MTV News: Ano que vem faz 10 anos desde que Little Mix foi formada. Quando vocês pensam sobre onde começaram até agora, no que vocês refletem?

Thirlwall: Na verdade, ainda não acredito que, como uma girlband e como uma girlband pop, nós duramos 10 anos. Isso é literalmente inédito. Acho que não há problema em se gabar de vez em quando. Acho que devemos estar muito orgulhosas de nós mesmas por isso. Conseguimos chegar a uma década e sempre – até alguns anos atrás – sempre fomos meio que injustiçadas. Ninguém esperava que ganharíamos o The X Factor. Ninguém esperava que duraríamos por muito tempo. Eu só acho isso incrível, realmente.

 

FONTE: MTV NEWS | Tradução e adaptação: EQUIPE BRLM



13.08.20

A cantora, que alcançou a fama após vencer o X Factor com o grupo em 2011, assumiu o papel de “aumentar o número de membros do time” e “deixar a cidade em evidência”.

Os chefes do time descreveram a cantora como uma “orgulhosa Sanddancer (que nasceu em South Shields) empenhada em investir na cidade”.

No momento, Jade é a financiadora do centro de caridade Cancer Connections em South Shields e recentemente investiu no seu próprio bar e na indústria de clubes noturnos da cidade, chamado Arbeia.

Ela disse:

“Estou muito grata por ser chamada pra ser a presidente honorária do time de South Shields. Sou extremamente orgulhosa de vir de South Shields e uma das coisas que tenho mais orgulho da minha cidade natal é o senso de comunidade/união, e o quanto nos amamos e ajudamos e vemos o quão bem estamos em todos os aspectos da vida, que é algo muito presente também no time de futebol. Espero que através do meu papel eu possa alertar as pessoas e aumentar o número de membros do time, encorajando os outros a fazer o mesmo e ajudar nosso time que é incrível. Espero também me envolver em projetos futuros do time que coincidam com as minhas paixões.”

Jade esteve na final, no 1st Cloud Arena, antes da temporada de 2019-20 encerrar prematuramente. Ela ficou encantada quando os Mariners venceram a União de Manchester por 5 a 3 em um jogo emocionante.

Ela também disse que ficou impressionada com o a fundação de caridade do time – que trabalha com mais de 900 crianças toda semana durante o período escolar – e está ansiosa para ser uma intermediadora em problemas incluindo homofobia, machismo e racismo.

Ela assistiu com orgulho o quanto o time de sua cidade natal progrediu, não só dentro do campo, mas também fora dele nos últimos anos.

Jade acrescenta:

“Espero que nosso time possa progredir nesse sentido, tanto dentro quanto fora do campo. Estou tão animada e espero orgulhar a todos, assim como nosso time tem orgulhado nossa cidade natal.”

O CEO do South Shields FC, Geoff Thompson, disse:

“Estamos encantados que Jade concordou em assumir o papel de embaixadora do time. O time, sua instituição de caridade e suas academias são muito importantes pra nossa comunidade, ajudando a promover programas de saúde e bem-estar pra pessoas de todas as idades. O compromisso da Jade com a cidade reflete com o compromisso do time e estamos emocionados que ela esteja disposta a promover o que estamos tentando alcançar.”

Fonte: Chronicle Live | Tradução & Adaptação: Equipe BrasilLM



12.08.20

Leigh-Anne: “Colourism & Race” verá a estrela do Little Mix explorar suas próprias experiências pessoais de racismo e colorismo como uma mulher negra no UK.

O documentário de uma hora de duração também abordará questões raciais mais amplas que o país está enfrentando e mostrará como Leigh-Anne, membro de um dos maiores grupos femininos do mundo, passou a acreditar que vivemos em uma sociedade profundamente racista. Quanto mais ela aprendeu sobre racismo sistemático no Reino Unido, mais sentiu que tivesse que fazer algo. Mas o quê e quando?

Leigh-Anne sofreu racismo durante toda a sua vida e está em uma verdadeira encruzilhada. Ela está ciente de que ter a pele mais clara e ser uma celebridade significa que às vezes ela está em uma posição mais privilegiada do que outras. Ela quer explorar isso e usar sua plataforma para debater essas questões também.

As câmeras terão acesso íntimo aos bastidores enquanto ela trabalha em problemas e questões importantes sobre raça e racismo que moldarão as futuras gerações em todo o mundo.

O documentário a acompanhará enquanto ela conhece pessoas que a ajudarão a resolver essas grandes questões. Ela falará com sua família, amigos e buscará conselhos de seus modelos. As câmeras a verão nos bastidores com Little Mix e em casa enquanto ela processa o que está aprendendo e chega a uma conclusão sobre o que fazer.

Falando sobre o projeto, Leigh-Anne disse:

“Eu quero fazer esse documentário porque sempre fui apaixonada pelos direitos dos negros. As conversas sobre racismo e colorismo são algo que tenho constantemente com meu namorado e minha família e, como tenho uma plataforma, quero usá-la para levar essa conversa a um público mais amplo e defender minha comunidade negra e parda.”

Acrescentando:

“O racismo sistêmico é complexo; ao fazer este documentário, quero aprender a melhor forma de emprestar minha voz ao debate para que os jovens que me admiram não tenham que enfrentar o que eu e minha geração enfrentamos.”

O documentário está sendo produzido por Kandise Abiola e será a estreia do diretor e amigo de infância de Leigh-Anne, Tash Gaunt.

A administradora da BBC Three, Fiona Campbell, disse:

“Estamos constantemente tendo conversas sobre raça e discriminação e como podemos cobri-las na BBC Three de uma forma que pode contribuir para fazer mudanças positivas e permanentes. Este é um documentário que encomendamos há alguns meses e o início das filmagens com Leigh-Anne coincidiu com a trágica morte de George Floyd e os protestos e debates atuais que  trouxeram essas questões a um foco mais nítido para ela, para a Grã-Bretanha e o mundo. Ao trabalhar com talentos de alto perfil, como Leigh-Anne, e outras pessoas importantes que ela conhecerá durante este processo, esperamos que as conversas honestas que este filme apresentará tenham o poder de mudar atitudes, oferecer uma visão e ajudar a prevenir o racismo em nossa sociedade.”

E Richard Bond, Diretor Administrativo da Dragonfly Film & TV que está fazendo o filme, acrescentou:

“Este é um momento histórico para os direitos civis, e estamos honrados em trabalhar com uma figura de alto perfil como Leigh-Anne em um filme que é tão importante para ela pessoalmente, e que esperançosamente ajudará a destacar e combater a injustiça do racismo sistêmico no Reino Unido e ao redor do mundo.”

Fonte: I  Talk  Telly | Tradução & Adaptação: Equipe BrasilLM



30.07.20

Acredite ou não, se passaram quatro meses desde que Little Mix lançou “Break Up Song”, então estamos animados para ter Perrie Edwards, Jesy Nelson, Leigh-Anne Pinnock e Jade Thirlwall se juntando a Tyler no KISS Breakfast para conversar sobre o novo incrível single delas, “Holiday”.

As meninas se conectaram em um chat no Zoom nesta sexta-feira, 24 de julho, e, embora Jade tenha se atrasado para a festa, elas falaram sobre o novo single, a expectativa para o sexto álbum e, claro, o novo programa de TV delas, “Little Mix: The Search”.

Antes do Coronavírus chegar e o mundo entrar em isolamento, Little Mix estava se preparando para o lançamento do programa de TV delas na primavera, mas depois de o programa ser adiado, agora foi confirmado que irá ao ar na BBC One no outono do Reino Unido (final de setembro), então perguntamos às meninas o que os fãs devem esperar.

Com o comediante Chris Ramsay como apresentador, não foi surpresa as garotas estarem super animadas para o lançamento, e Leigh-Anne revelou porque acha que será tão especial. Conversando com Tyler, Leigh-Anne disse:

“Este programa é tão especial porque é muito diferente. Não é um programa de talentos comum. O formato é muito legal, é algo inovador!”

E quando perguntadas sobre qual o tipo de juradas que as meninas serão, Jesy adicionou:

“Quando fizemos esse programa, nós dissemos que queríamos o melhor dos melhores. Então, não iremos escolher as pessoas por suas tristes histórias. Nós seremos muito críticas, mas de um jeito bom. Só estamos esperando o melhor.”

Claro, as próprias Little Mix foram atiradas à fama quando fizeram audições individuais para o The X Factor, antes de serem colocadas na banda e então fazerem história por se tornarem o primeiro grupo a ganhar o programa, então elas certamente sabem da ótima oportunidade que isso é para os participantes.

Perrie revelou:

“Eu acho que se você tem uma plataforma tão incrível como essa, as possibilidades são infinitas. Se você trabalhar duro, não há razão para não ter sucesso depois disso. Quem vencer a competição entrará em turnê conosco, é uma grande oportunidade de se apresentar em frente a tantas pessoas, é simplesmente doido.’’

No início da semana as meninas lançaram um novo trailer para o The Search, revelando o que os fãs podem esperar do programa que será lançado no outono. O curto vídeo mostra Jesy, Leigh-Anne, Perrie e Jade conferindo o estúdio brilhante, enquanto o hit “Move” toca em segundo plano.

 

Durante a conversa com Tyler, Little Mix também confirmou que o sexto álbum de estúdio, tão esperado, está finalmente finalizado, com Perrie contando:

“Está finalizado, está pronto para lançar!”

E, apesar de negar alguns rumores de colaborações, incluindo Beyoncé, Kanye West e Niko B, parece que ‘LM6’ ainda terá vários hits. Jade disse:

“Nós não pensamos muito sobre um conceito o qual quiséssemos escrever, apenas deixamos tudo acontecer naturalmente. Tem sido muita coisa, não é fácil, mas também não é tão estressante, o que tem sido ótimo.”

No entanto, apesar de Tyler tentar o seu melhor para conseguir algumas confirmações oficiais de colaboração, as garotas do Little Mix revelaram que ainda não podem dar nomes, porque não estão 100% confirmadas.

 

Tradução & Adaptação: Equipe BRLM I Fonte: Kiss FM



30.07.20

Continuando a maratona de divulgação para Holiday, Little Mix participou de um dos quadros da ELLE Magazine, onde brincaram de cantar músicas com a palavra chave que era entregue para elas. Confira mais um vídeo hilário legendado no nosso canal e não deixe de se inscrever para mais conteúdo exclusivo:



29.07.20

Em uma maratona de entrevistas para a divulgação de Holiday, Little Mix concedeu uma divertida aparição em um dos quadros do PopBuzz, onde brincaram de “A Música Mais Impossível do Grupo” – através de um estrofe de uma de suas músicas dito pelo entrevistador, uma das quatro teria que adivinhar o nome da canção e quem cantava aquele verso. Tendo o quarteto mais competitivo quando se trata de jogos, temos um vídeo hilário. Assista ele completo e legendado abaixo:



28.07.20

Não há tempo mais relevante que agora para espalhar a mensagem de gentileza, e é exatamente isso que as integrantes do girlgroup Little Mix — Perrie Edwards, Leigh-Anne Pinnock, Jade Thirlwall e Jesy Nelson — continuam fazendo como parte da parceria com a Simple Skincare para a campanha #ChooseKindeness (“Escolha Gentileza”) da marca.

É a terceira vez que o grupo faz uma parceria com a Simple, e dessa vez elas também se juntaram à iniciativa da Ditch the Label, uma instituição de caridade internacional que apoia jovens com problemas relacionados à saúde mental, relacionamentos, suas identidades, bem como os que enfrentam bullying. Devido à pandemia do coronavirus, a instituição de caridade reporta que durante o período de isolamento de março até maio, os pedidos de ajuda da Ditch aumentaram em 158%.

Conversamos com Little Mix sobre sua última parceria e porquê é tão importante continuar a espalhar mensagens positivas em tudo que elas fazem e como a pandemia e o atual cenário de justiça social amplificou isto:

Porque elas fizeram essa parceria com a Simple pela terceira vez?

“Ambas, tanto a Simple e Ditch the Label, se alinham perfeitamente com a mensagem de Little Mix de positividade, auto-confiança e gentileza. A campanha é sobre gentileza e escolher ser gentil, como um grupo é por isso que lutamos. Planejamos trabalhar com a Simple novamente este ano para retransmitir a mensagem de gentileza, também prometemos tornar isso ainda mais pessoal”, contou Leigh-Anne Pinnock ao POPSUGAR.

“Nós também usamos os produtos da Simple desde que eramos crianças e minha mãe costumava usar Simple, é meio que simplesmente seguir o exemplo, e é muito bom trabalhar com eles”, complementou Perrie Edwards.

Porque ser gentil e espalhar gentileza importa para elas? 

“Acho que ser gentil é essencial porque gentileza cria energia positiva e te ajuda a seguir seu dia com uma energia mais feliz ao seu redor, principalmente agora, quando todos estivemos em isolamento. Muitas pessoas tem sofrido com sua saúde mental de diversas formas, e com tudo o que esta acontecendo no mundo no momento, é muito mais importante ainda que todos tenhamos mais atos de gentileza e façamos isso em uma escala muito maior do que costumamos. Acho que todos fazemos pequenas ações de gentileza todos os dias, seja elogiando alguém ou sendo legal nas redes sociais. Mas acho que agora, gentileza precisa se estender para além disso, apoiar as pessoas quando precisam, usando a sua voz e fazendo a diferença no mundo. Eu sempre tento elogiar alguém todo dia, porque eu acho que essa pessoa pode estar tendo um dia ruim. Elogiar alguém não precisa ser ‘você está bonito’, poderia ser que algo fosse realmente adorável de se dizer, ou sua visão sobre algo ser lindo, ou ainda ‘Acho que você se expressa muito bem e é inteligente.’ Existem tantas outras formas de elogiar alguém que não fale só da aparência, então eu tento fazer isso e estou tentando ser mais gentil comigo mesma no momento, porque eu sinto que estou presa nessa rotina de isolamento”, explicou Jade.

“Eu vou incentivar outras pessoas a espalhar gentileza esse ano sendo mais positiva e feliz, principalmente online. A internet pode ser um lugar negativo, então acho que sempre ser gentil é importante. Se você pensa que alguém parece adorável, diga a eles que eles são adoráveis,” acrescentou Jesy Nelson.

Como a pandemia do corona virus e o movimento Black Lives Matter mudou a forma de como elas espalham gentileza?

“Foi meio que um “sacode” pra todo mundo. Muito disso é porque as pessoas estavam em suas casas então elas não puderam ignorar (Black Lives Matter), estava em todo lugar. Todo o mundo estava falando sobre isso, o que nunca aconteceu antes. O que trouxe um senso de união”, todas concordaram.

Como a pandemia mudou a forma como elas são gentis consigo mesmas?

“Muitas pessoas usaram esse tempo pra refletir. Acho que quando você está sozinha em casa ou só com algumas pessoas você sempre tem que confrontar seus problemas. Todos já fizeram isso um pouco, seja se curando ou confrontando suas inseguranças. Eu definitivamente fiz isso. Tentei melhorar, sendo mais gentil comigo. Estou aprendendo o que realmente me faz feliz, tipo conversar mais com meus familiares e amigos, o que espero poder continuar fazendo agora que estou trabalhando de novo. Fazendo coisas que alegram a minha alma, tipo ser criativa e tudo mais. Todas essas coisas para as quais eu não tinha tempo antes”,  revelou Jade.

Como esse novo ciclo mudou a visão delas sobre serem modelos/exemplos?

“Talvez nós tivemos que nos educar muito mais. Acho que não tem mais desculpas. Ignorância não é uma bênção quando se trata de problemas sociais”, disse Jade.
“As pessoas se sentiram encorajadas porque o Black Lives Matter é um movimento onde todos estão se envolvendo. Como Jade disse, as pessoas ficam com medo de dizer qualquer coisa, é um fardo se você fala, um fardo se você não fala, é a pressão, mas acho que todos tem que falar sobre. Como Jade tinha dito, isso é mais real ainda para as pessoas com grandes plataformas, que tem tentando usar ela para o bem, espalhando positividade e fazer mudanças”, acrescentou Perrie.
“Nas redes sociais, por exemplo, se você pensar nos jovens, principalmente adolescentes, que estão descendo no feed, geralmente eles estão vendo selfie atrás de selfie, mas agora o tempo deles pode estar sendo preenchido com coisas mais educativas sobre o que esta acontecendo no mundo e o que você pode fazer pra ajudar; links de artigos ou livros que você pode ler. Você está consumindo coisas que vão te fazer melhor como pessoa, ou abrir mais os seus olhos. Particularmente, eu amo isso, sempre que vou ao instagram o conteúdo é importante e está me desafiando cada vez mais. Acho que todos confrontamos o fato de que poderíamos estar fazendo muito mais”, finalizou Jade.

Cuidados com a beleza durante a quarentena?

“Eu particularmente tenho usado mais meu cabelo natural, o que tem sido legal”, disse Jade. “Eu me apaixonei pelo meu cabelo natural, o que me deixa triste. Eu não apreciava tanto ele antes. Quando eu não podia mais fazer escova eu deixei ele natural, e agora é o meu favorito.”

Leigh-Anne respondeu: “Eu sinto tanta falta dos tratamentos de beleza!”

Todas concordaram que para muitos, estética é mais do que o tratamento.

“Para muitas pessoas, os tratamentos estéticos são uma forma de escape. Quando você vai para o salão e conta tudo para alguém que não conhece a sua vida porque você se sente em um lugar seguro – Acho que isso é importante pra muitas pessoas,” disse Jade

Os produtos da Simple Skincare favorito delas?

Para esta parceria, a coleção vai incluir seis dos produtos favoritos das meninas do Little Mix, incluindo hidratante de lavagem facial, água micellar, máscaras hidratantes, hidratante suave, lenços biodegradáveis e removedor de maquiagem. Em relação aos produtos favoritos delas, as meninas concordaram que remover a maquiagem no fim da noite é essencial para rotinas de cuidados com a pele.

“Eu sempre removo a maquiagem antes de ir para a cama, mesmo que eu esteja bêbada depois de uma noite, a maquiagem definitivamente tem que ser removida,” disse Jade.

Com o redesign da embalagem, ela agora tem um estilo rosa metálico e geométrico.

A edição limitada de produtos Simple do Little Mix vai estar disponível a partir de 22 de Julho, disponível na Superdrug.

 

Tradução & Adaptação: Equipe BRLM I Fonte: Pop Sugar



25.07.20

Após alguns meses de quarentena, as garotas estão finalmente de volta ao trabalho presencial e juntas. Com o lançamento de Holiday e a parceria com a linha de cosméticos, a Simple Skincare, elas já estão realizando algumas entrevistas e uma das primeiras foi para a revista Glamour, onde conversaram principalmente sobre saúde mental e a pressão estetica que passaram durante tantos anos. Confiram abaixo o vídeo legendado:



15.07.20

Fizemos uma parceria com a Simple Skincare, que se uniu ao Little Mix para se posicionar contra o ódio e o bullying on-line, limpando palavras cruéis e apoiando todos que escolherem a bondade (movimento #ChooseKindness). Conversamos com o Little Mix sobre a campanha e suas experiências com o ódio online.

Obviamente, vocês veem muita porcaria na imprensa sobre o que vocês devem vestir e a mensagem que vocês passam, encontram o mesmo online?

“É sempre online. A maior parte do que recebemos vem das mídias sociais, das pessoas atrás das telas dos computadores e das telas dos telefones. Na seção de comentários de artigos e essas coisas, é o tempo todo.” – Perrie

Quem tem as melhores respostas para esse tipo de coisa?

“Definitivamente a Jade! Ela sempre sabe o que dizer!” – Leigh

Muitos jovens lidam com abuso online todos os dias. O que vocês diriam a eles?

“É realmente difícil, porque quando as pessoas estão sendo cruéis online, é difícil lidar com isso. Quando você não é esse tipo de pessoa e alguém está agindo dessa forma, você simplesmente não sabe por que alguém iria querer dizer algo desagradável ou cruel. Você só precisa manter a confiança em si mesmo e talvez tentar conversar com alguém próximo que te ouça.” – Perrie

Vocês já olharam para comentários negativos on-line sobre si mesmas?

“Ah, sim. Acho que todas nós temos culpa no cartório por olhar esses comentários, e acho que em certo momento costumávamos ficar obcecadas com isso, e essa obviamente é uma maneira não saudável de viver a vida. É assim que você começa a ficar mais insegura consigo mesma e, ao longo dos anos, realmente aprendemos a não deixar essa negatividade nos abalar e o quanto isso foi ruim para nós. Agora está meio que fora de nossas vistas, longe de nossos pensamentos. Tentamos não ler mais. É ótimo que o Instagram te permite bloquear palavras e coisas que você não deseja ver. Isso nos ajuda a nos cercar de coisas muito mais positivas.” – Jade

A sessão de fotos que vocês fizeram para ‘Strip’ é muito sobre isso. O que vocês diriam que foi a pior coisa que alguém disse à vocês que se lembram?

“Acho que, para mim, é sempre quando alguém diz: “você não é boa o suficiente” ou que tenha questionado a minha capacidade. Por exemplo, se você atinge uma nota baixa e as pessoas comentam sobre isso, ou você erra um movimento de dança. Acontece! Mas isso realmente fica na minha mente, porque você fica se questionando se você é bom no que faz.” – Leigh

Recentemente, vocês começaram a falar sobre suas lutas com a saúde mental. O que fez vocês querem começar a falar sobre isso?

“Eu acho que é porque estamos em um bom lugar no momento e, quando você está com a cabeça boa, consegue falar dessas coisas com mais facilidade. Espero que isso ajude alguém por aí que tenha passado pela mesma coisa.” – Perrie

Por que falar sobre isso é tão importante? Como todos podemos começar a falar mais sobre isso?

“Eu acho que quanto mais você fala sobre isso, mais todo mundo fala, isso começa a normalizar. Torna-se um assunto menos tabu para se falar e, ao fazê-lo, ajuda muitas pessoas. Eu acho que por muito tempo, a saúde mental não era falada o suficiente ou poderia ter sido levada mais a sério porque ninguém falava sobre isso.”– Jade

“Sim, e acho que quanto mais você fala sobre isso, é como um peso sendo tirado de seus ombros. Eu acho que especialmente com as mídias sociais, temos essa enorme plataforma a qual nós queremos usar para falar sobre esse tipo de coisa e sermos positivas. Acho que esperamos que isso ajude a combater parte da negatividade on-line também.” – Jesy

Você acha que as coisas com as quais você teve que lidar contribuíram para isso?

“Uma das principais razões pela qual começamos a falar mais sobre, você se vê no outro lado lidando com este tipo de coisa e quando você está em uma posição melhor, você tem esse desejo. Eu também acho que estamos sendo mais ouvidas. As pessoas estão começando a perceber e entender quão gigante é o impacto que grandes artistas podem ter e esperamos que isso possa ajudar de alguma forma.” – Jade

O que vocês acham que poderia ou deveria ser feito para lidar/tentar resolver os ataques online? Como podemos tornar a internet um lugar melhor?

“Na vida real, não na online, se você visse alguém na rua, seria mais provável você elogiar do que gritar em direção a essa pessoa. Achamos que um elogio é algo muito mais benéfico. Acreditamos no ato de fazermos as pessoas se sentirem melhores sobre elas mesmas. Ao invés de derrubar alguém e vomitar coisas negativas sobre ela por 27 horas e 7 dias por semana, coloque elas para cima e as faça se sentir incrível. É o mesmo de forma online, chegue nas pessoas e deixe elas saberem o quão incrível você acha que elas são ao invés de apenas ser negativo.” – Perrie

“Muito mais deve ser feito por outras pessoas para combater isso. Deveria haver mais supervisão nas plataformas e talvez consequências mais severas para pessoas que fazem esse tipo de coisa com frequencia, pois a consequência que as pessoas que passam por isso pode ser imensamente grande.” – Leigh

“Sim, o efeito que esse tipo de coisa pode ter na saúde mental das pessoas é imenso e parece que não estão sendo feito coisas suficientes pelas pessoas no momento para fazer com que isso pare de acontecer.” – Jade

O que você diria para quem que posta coisas negativas na internet?

“Na maioria dos casos, as pessoas que estão compartilhando ódio online tem inúmeros problemas em suas vidas pessoais. Leva muita energia parar de focar em sua própria vida para focar-se em ser horrível com outra pessoa, então obviamente a raiz de tudo isso é sentir-se uma porcaria. Então eles precisam conversar com alguém, conseguir alguma ajuda, encontrar uma forma de canalizar toda essa energia em algo positivo.” – Jade

“É tão mais fácil ser gentil.” – Jesy

O que vocês acham que eles podem aprender através da campanha #ChooseKindness?

“Apenas seja gentil, essa é a vibe. Eu não acho que os trolls realmente percebem o impacto que eles tem sobre as pessoas quando dizem algo ruim, mesmo que esteja passando por elas. O impacto disso realmente precisa ser entendido, e espero que a campanha faça isso e capacite as pessoas a serem mais gentis.” – Perrie

No espírito da #ChooseKindness, qual foi a coisa mais gentil que alguém já fez por você?

“A coisa mais gentil, para mim, seria as meninas e como elas são um sistema de apoio tão positivo na minha vida. Quando chego ao trabalho, sei que tenho três amigas para encontrar. É uma sensação muito boa.” – Leigh

Veja como Little Mix enxuga as palavras cruéis e assista ao vídeo da campanha #ChooseKindness, além de conferir o ensaio fotográfico abaixo:



19.06.20

Durante a quarentena, Little Mix participou do quadro “Toda Foto Conta uma História” do site Yahoo, onde diretamente de suas casas, recebiam uma foto relacionada ao grupo e tinham que fazer algum comentário sobre ela. Durante o vídeo, as meninas contam histórias antigas, a primeira vitória do Brit Awards e como queriam, mas não esperavam ganhar e muito mais. Assista ao vídeo completo e legendado:

Vídeo Legendado: Equipe BrasilLM



Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D online &