GALERIA DE FOTOS
Visite agora mesmo
VÍDEO EM DESTAQUE
Publicado por Mel em 25 de março de 2020

São 9h da manhã de sexta-feira e Little Mix está na hora certa. Jesy Nelson chega primeiro ao set vestindo uma jaqueta de couro e jeans. Ela é toda sorrisos e apertos de mão. Em seguida, Leigh-Anne Pinnock, que está com fome (eu a entendo) e pede um lanche no Joe & The Juice. Então vem Perrie Edwards com o cachorro Hatchi, trotando obedientemente aos pés dela. E, finalmente, Jade Thirlwall passa pela porta. Pode não parecer particularmente digno de nota que a maior banda feminina do Reino Unido seja pontual, mas confie em mim, no mundo pop das sessões de capa, isso é uma raridade.

Eu encontrei com a Little Mix pela última vez há quatro anos, logo após o lançamento do álbum delas certificado como platina dupla, ‘Get Weird’. Elas estavam cansadas ​​após uma divulgação sem fim, estressadas ​​e atrasadas ​​uma hora. As quatro passaram a maior parte da manhã escondidas no camarim.

Hoje as coisas são diferentes. Beyoncé toca nos alto-falantes (a pedido delas), ocasionalmente interrompidos pela gargalhada da Perrie, e elas olham animadas através dos cabides de roupas e conversam com nosso esquadrão de beleza, estilistas e fotógrafo.

Quatro anos atrás, elas ainda estavam aprendendo a lidar com a agenda incansável e todo o escrutínio por estarem nos olhos do público (Perrie havia se separado recentemente de Zayn Malik). Agora, no entanto, todas estão chegando aos 30 anos, encontraram segurança na carreira e uma maneira de pertencer ao grupo ao mesmo tempo que preservam a própria individualidade delas. Em resumo – elas encontraram o ritmo delas. E combina com elas.

Não que tenham sido anos fáceis. Sim, elas venderam mais de 50 milhões de discos em todo o mundo, mas, em 2018 romperam com a gravadora de Simon Cowell, Syco. Cowell afirmou que não poderia mais trabalhar com a empresa de gestão da Little Mix. “Foi muito difícil”, diz Jesy. “Horrível.” No ano passado, Jesy também falou abertamente no premiado documentário da BBC “Odd One Out” sobre a tentativa de suicídio, em razão do cyberbullying que a fez cair em uma profunda depressão.

E não devemos esquecer da briga com Piers Morgan após o lançamento do clipe de ‘Strip’, onde elas apareceram nuas e com os abusos que receberam pintados nos corpos delas. Ele as chamou de “idiotas sem talento e alérgicas às roupas”. Jesy o chamou de um “idiota vulgar“.

Estou satisfeita em ver que algumas coisas não mudaram. Jesy ainda é a porta-voz da banda; Perrie é a barulhenta; Jade é quieta e pensativa, com um senso de humor perverso; e Leigh-Anne fala sem rodeios. O amor delas umas pelas outras ainda é claro, e é provavelmente por isso que, quase nove anos depois, elas ainda estão juntos – ao contrário dos fantasmas das girl bands do passado que vieram e se foram antes delas.

No momento, as quatro estão realmente empolgadas com o que fazem – este ano lançarão um novo programa de talentos de TV para grupos, The Search e o sexto álbum de,as. Acima de tudo, há uma amizade incrível lá. Aqui está o que cada uma deles tinha a dizer sobre isso e sobre a última década delas no mundo do entretenimento:

Confira entrevista da Jade;

Confira entrevista da Jesy;

Confira entrevista da Leigh;

Confira entrevista da Perrie;

Confira abaixo a sessão de fotos para a Cosmopolitan UK:

Entrevista legendada:

Fonte: Cosmopolitan UK

Tradução e adaptação: Equipe BRLM

Publicado por nora em 21 de março de 2020

Jesy Nelson foi a convidada de Will.i.am na última semana (14/03), para participar como mentora de uma das fases do programa The Voice UK e nós do BrasilLM legendamos sua passagem pelo show de sobrevivência da ITV, assista abaixo:

Publicado por nora em 25 de janeiro de 2018

No relançamento do seu quarto álbum de estúdio, Glory Days: The Platinum Edition, Little Mix traz embutido para os fãs, o primeiro documentário de sua carreira.

Tendo a oportunidade de abrir um pouco da suas vidas como um grupo para os fãs, Jade, Jesy, Leigh-Anne e Perrie Edwards contam suas experiências como cantoras, sobre terem sido o primeiro grupo a ganhar o X Factor; a sensação de ganhar um BRIT Awards; poder se apresentar por todo o mundo; a pressão da fama e muito mais em 1 hora de um incrível e emocionante documentário sobre suas carreiras.

Assista abaixo, o documentário completo e legendado:

Agradecimentos especiais, Equipe BrasilLM.