GALERIA DE FOTOS
Visite agora mesmo
VÍDEO EM DESTAQUE
Publicado por Monise em 2 de agosto de 2019

O grupo se apresentou neste sábado à noite, (27/07), na final do programa The Voice Kids UK com seu single “Bounce Back”.

Confira a apresentação logo abaixo:

Arquivado em Vídeos
Publicado por Monise em 28 de junho de 2019

Little Mix fala sobre saúde mental em parceria com a Simple em sua nova campanha #ChooseKindness. Leia abaixo:

DTL: Obviamente, vocês recebem bastante negatividade da imprensa sobre suas mensagens [de empoderamento] e do que vestem. Vocês já viram o mesmo online?

Perrie: É sempre online. A maioria das coisas que enfrentamos vem das redes sociais, de pessoas por trás das telas de computadores e de celulares. Na sessão de comentários de notícias, o tempo todo.

DTL: Quem tem as melhores respostas para esse tipo de coisa?

Leigh-Anne: Jade! Ela sempre sabe o que dizer!

DTL: Vários jovens lidam com o abuso online todos os dias – o que vocês diriam a eles?

Perrie: É realmente difícil porque quando as pessoas estão sendo cruéis online, é difícil lidar com isso. Quando você não é esse tipo de pessoa e alguém age desse jeito, você apenas não sabe o porque alguém iria querer falar algo desagradável ou cruel. Você tem que ter confiança em si mesmo, e talvez tentar conversar com alguém que é próximo que vai te ouvir.

DTL: Vocês costumavam olhar para comentários negativos [online] sobre vocês mesmas?

Jade: Sim. Acho que todas nós tivemos curiosidade de olhar os comentários, e eu acho que houve uma época em que éramos obcecadas com isso, e não é um jeito saudável de se viver. Você começa a ficar mais insegura, e com o passar dos anos a gente aprendeu a não deixar a negatividade tomar conta do quanto isso nos fazia mal. Agora está fora de vista, fora da cabeça – nós tentamos não ler mais. É ótimo que o Instagram te deixa bloquear palavras e coisas que você não quer ver. Isso nos ajuda a nos cercar de coisas muito mais positivas.

DTL: O ensaio fotográfico que vocês fizeram para ‘Strip‘ lida muito com isso – qual foi a pior coisa que vocês se lembram de alguém falando mal de vocês?

Leigh-Anne: Acho que pra mim quando falaram ‘você não é boa o suficiente’ ou questionaram minha habilidade [vocal]. Tipo, se você erra em uma nota as pessoas comentam sobre isso, ou você se esquece de algum passo de dança. Acontece! Mas realmente fica na minha cabeça porque apenas duvidam se você é boa no que faz.

DTL: Recentemente vocês começaram a falar sobre as suas dificuldades com saúde mental – O que fez vocês começarem a falar sobre o assunto?

Perrie: Acho que é porque estamos em um bom lugar agora, e quando você está em um bom estado de espírito, você consegue falar mais sobre essas coisas com mais facilidade. Com sorte, vai ajudar alguém que passou pela mesma coisa.

DTL: Por que falar sobre isso é tão importante? Como todos nós podemos começar a falar mais sobre isso?

Jade: Acho que quanto mais você fala sobre isso, mais pessoas vão falar, começa a normalizar. Se transforma em um objeto de menos tabu para dizer e fazer então, ajuda várias pessoas. Eu acho que por um bom tempo, saúde mental não era realmente falado o suficiente, e poderia se agravar porque ninguém falava sobre [saúde mental].

Jesy: Sim, acho que quanto mais você toca no assunto, é como se um peso saísse dos seus ombros. Especialmente com as redes sociais, a gente tem uma grande plataforma que queremos usar parar falar sobre esse tipo de coisa e ser positivo. Eu acho que com sorte, pode ajudar a combater algumas das negatividades online também.

DTL: Vocês acham que as coisas que fizeram vocês lidarem com saúde mental, contribuíram para fazerem parte da campanha?

Jade: Acho que uma das razões principais pela qual eu queria falar sobre isso é que você sai do outro lado de lidar com essas coisas. Quando você está se sentindo melhor, você quer fazer. Estamos sendo mais ouvidas também, e as pessoas estão começando a perceber e entender o quão impacto grandes artistas podem ter, nós apenas queremos ajudar.

DTL: O que vocês acham que pode ou que deveria ser feito para lidar com o abuso online? Como podemos fazer com que a Internet seja um lugar mais positivo?

Perrie: É mais vida real do que online, se você vê alguém na rua, é mais provável que você a elogie do que gritar com ela. Nós achamos que um elogio já é meio caminho andado. Acreditamos em apenas fazer as pessoas se sentirem mais bem consigo mesmas. Ao invés de deixar alguém pra baixo e jogar coisas negativas nelas o tempo todo; acolha eles e faça eles se sentirem incríveis! É a mesma coisa no assunto online, se comunique com as pessoas e deixe elas saberem o quanto você acha elas incríveis ao invés de ser maldoso.

Leigh-Anne: Muito mais precisa ser feito por outras pessoas para combater isso também. Deveria ter moderação nas plataformas. E talvez, grande consequências para as pessoas que praticam isso, porque as consequências para as pessoas que passam por isso pode ser grande, muito grande.

Jade: Os efeitos que as pessoas com saúde mental passam a ter pode ser grande, e parece que não tem nada o suficiente sendo feito por todos no momento pra isso acabar.

DTL: O que vocês diriam para alguém que posta coisas negativas online?

Jade: Na maior parte do tempo, as pessoas que estão espalhando ódio online tem muitos problemas com elas mesmas em suas vidas pessoais. Requer muita energia para sair do limite e ser horrível com alguém, então a causa óbvia disso são eles se sentindo terríveis com eles mesmos. Então, eles precisam conversar com alguém, procurar ajuda, achar um jeito de canalizar toda a energia em algo positivo.

Jesy: É tão fácil ser gentil.

DTL: O que vocês acham que eles podem aprender com a campanha #ChooseKindness?

Perrie: Apenas seja legal. Essa é a vibe. Eu não acho que um hater percebe o impacto que eles tem nas pessoas quando falam algo desagradável. O impacto de realmente entender, e com sorte a campanha vai fazer isso, e empoderar pessoas a serem gentis.

DTL: No clima da #ChooseKindness, qual é a coisa mais gentil que alguém já fez por vocês?

Leigh-Anne: A coisa mais gentil, pra mim, seria as meninas e de como elas são um sistema tão positivo na minha vida. Quando chego no trabalho, eu sei que tenho três amigas para ver. É uma sensação boa.

Fonte: Ditch The Label

Arquivado em Entrevistas Vídeos
Publicado por Mel em 15 de junho de 2019

Little Mix lançou nesta sexta-feira, (14), o seu novo single “Bounce Back” pela gravadora RCA Records UK e no mesmo dia se apresentaram no programa The One Show da BBC.

Veja a apresentação abaixo!

Confira fotos exclusivas da performance e do ensaio para o programa:

Arquivado em Fotos Vídeos
Publicado por Mel em 14 de junho de 2019

A girl band lançou na tarde desta sexta-feira, 14/06, o videoclipe de seu novo single “Bounce Back“, que foi anunciado em 26/05/2019 pelas redes sociais. É o primeiro single lançado pela nova gravadora das garotas, RCA Records UK.

A música já se encontra disponível em todas as plataformas digitais. Não deixem de comprar a música no iTunes e fazer Stream no Spotify, Tidal, Deezer, Youtube e/ou Apple Music, além de pedir a música nas rádios.

“Bounce Back” faz sample da música “Back to Life” de Soul II Soul e foi composta por Jude Demorest, Mikkel Eriksen, Steve M. Thornton II, Tor Hermansen e Normani Kordei (Fifth Harmony). Os noruegueses do Stargate, conhecidos por já terem trabalhado com artistas aclamados da indústria como Beyoncé, Mariah Carey, Rihanna, Janet Jackson, Ne-Yo, Justin Bieber entre outros, foram os responsáveis pela produção da música.

Assista agora!

Arquivado em Noticias Vídeos
Publicado por Monise em 4 de junho de 2019

Leigh-Anne Pinnock é membro da girl band mais poderosa da música, Little Mix, desde 2011. Mas Leigh-Anne nunca tinha dado uma entrevista por conta própria, até agora.

É bom estar por conta própria…

Parece um pouco estranho. Estamos tão acostumadas a estar sempre juntas e sempre há alguém em quem confiar ou recorrer, mas é bom estar por conta própria um pouco. Eu amo moda em geral, então ser a cara da Umbro é incrível!

Eu costumava me sentir invisível. Me vendo refletida de volta nessa campanha da UMBRO me ajudou muito…

Isso definitivamente ajudou. Eu me sinto privilegiada em ser o rosto disso e ajudar as garotas que se parecem comigo. Não é inacessível, não é impossível. Tudo é possível e definitivamente ajudou muito. Há muito movimento agora e estamos apenas dando apoio a conversa.

Eu procurava comentários negativos. Eu ia no Twitter e procurava ‘Leigh Anne, do Little Mix, a garota negra do Little Mix…’

Eu não vou mentir, os primeiros três anos de estar no grupo, eu procurava por trolls. Eu procurava Leigh Anne. Eu ia no Twitter e procurava Leigh Anne, da Little Mix, a garota negra do Little Mix. Eu colocava essas coisas em meus mecanismos de busca apenas para ver os comentários. Me arrependo muito de ter feito isso, mas estou aqui agora e me sinto muito mais forte, não faço mais isso. Eu não procuro por isso. Eu quero ser alguém que passou por esse tipo de coisa. ‘Ela era essa pessoa’ e agora estou tão orgulhosa de quem eu sou e é um sentimento tão bom.

Eu fico chateada porque lembro daquela garota. Eu ainda estou passando por coisas agora, você nunca está 100% seguro de si mesmo…

Você vai chegar lá, todo mundo vai chegar lá, mas leva tempo. Eu demorei tanto, mas agora eu não me importo mais com o que as pessoas têm a dizer sobre mim e é um ótima coisa de se sentir. Eu fico chateada porque eu me lembro daquela garota. Eu ainda estou passando por coisas agora, você nunca está 100% seguro de si mesmo. Sempre haverá algumas coisas que vão me chatear e chegar até mim. Eu sou muito mais forte. Eu não procuro mais por esses comentários, você não pode fazer isso.

Nos primeiros três anos (do Little Mix) eu ainda estava trabalhando onde eu me encaixava…

Nos primeiros três anos de entrar neste mundo louco, eu ainda estava trabalhando onde eu me encaixava. Foi uma sensação estranha porque eu me sentia invisível. Eu não sabia por que me sentia assim e levei um tempinho para processar tudo. Sobre o que falei antes, foi assim que interpretei e como me senti. Quando falei sobre isso, recebi muitas mensagens dizendo o quão corajosa eu era, e isso realmente ajudou muitas garotas negras. Quando eu fiz isso, algumas pessoas ficaram tão felizes e senti como se um peso tivesse sido tirado dos meus ombros. Foi uma sensação boa e acho que precisava ser dito de qualquer forma.

Eu tinha cuidado na hora de falar – eu estava com medo de dizer a coisa errada…

Acho que fui cuidadosa porque eu estava com medo de dizer a coisa errada. Eu não queria ofender ninguém. Porque eu era tão sensível, era difícil para mim colocar em palavras porque era uma situação pessoal, mas eu estou muito feliz porque eu só ajudei as pessoas, e estar apoiando a conversa e fazendo as pessoas se sentirem mais corajosas para falar sobre isso de si mesmos. É muito importante falar sobre essas questões porque, quanto mais pessoas fizerem isso, mais mudanças acontecerão. Eu tenho uma base de fãs incríveis que me apoia, nós fazemos isso por eles. É por isso que fazemos o que fazemos. Eles são nossos fãs e eles são os melhores.

No começo (de Little Mix) nos disseram para não usarmos a palavra ”feminista”. Os produtores do X-Factor não deixavam, eles disseram ‘bandas de garotas não se saem muito bem!

No começo nós não usávamos a palavra “feminista”. Na verdade, nos disseram para não usarmos apenas no caso de ser muito controverso. Para ser honesta, éramos muito jovens. Não acho que éramos tão espertas como somos agora. Agora estamos orgulhosas de dizer que somos feministas. Nós somos muito mais sábias. As coisas que aconteceram naquela época realmente fazem sentido agora. No começo, quando estávamos no X-Factor, nos disseram: “bandas de meninas não se saíram bem!” E quase não conseguíamos passar para outra fase. Os produtores não queriam nos convencer porque eles estavam dizendo, ‘qual é o ponto disso? elas não vão conseguir nada, eles não vão se sair bem, elas são uma banda de garotas!‘ Mas Tulisa nos defendeu e nós provamos que eles estavam errados, certo? Nós vencemos o maldito show! Nós provamos que eles estavam errados. Na época, não pensamos muito nisso, mas agora percebemos o quanto isso era ruim. Você não pode colocar todas as mulheres em uma caixa desse jeito. Quem vai dizer que não vamos ganhar? Quem pode dizer que não nos sairemos bem? São essas coisas que nos fizeram perceber que precisamos falar mais e falar sobre o que aconteceu com a gente.

Minhas melhores amigas [do Little Mix] me ajudaram muito…

Mesmo estando sentada aqui agora, eu sinto ‘onde estão minhas garotas?‘ Isso é tão estranho. Eu as amo muito e sinto muita sorte em ter elas. É tão necessário nessa indústria. Você precisa de pessoas ao seu redor, eu não poderia fazer isso sozinha.

Ser definida por alguém com quem você está é uma m*rda…

As perguntas que nos estão sendo feitas agora mudaram 100%. Nesta nova campanha (para o álbum LM5) nós estamos falando muito mais e sendo muito mais abertas sobre questões que estão acontecendo no mundo, e isso é muito bom. É realmente bom falar sobre algo que importa. Eu não quero falar sobre assuntos irrelevantes tipo ‘minha vida amorosa’. As campanhas anteriores eram focadas principalmente em coisas desse tipo e eu ficava tipo “arghhh pelo amor de Deus!” Era tão bom falar sobre coisas que importavam.

Agora estou tão orgulhosa da minha pele, você tem que ser positivo e não deixar nada te deter…

Não deixe que nada te atrapalhe – especialmente a cor da sua pele, isso é ridículo. Agora estou tão orgulhosa da minha pele. Você literalmente tem lutar por isso [amor próprio]. Eu nunca deixei ninguém me dizer nada em enquanto eu crescia, e eu sabia que queria ser cantora. Eu dizia a cada pessoa que entrou na minha vida: “Eu vou ser uma cantora, vou estar na Billboard e vou arrasar!” Você tem que colocar na sua cabeça que você tem que ser positivo e não deixar nada te deter.

Confira fotos de Pinnock para o ensaio fotográfico da UMBRO:

Fonte: Glamour Magazine UK

Publicado por Monise em 27 de maio de 2019

O quarteto britânico compareceu ao festival musical BBC Radio One Big Weekend, 26, neste domingo.

A girl band apresentou-se no festival com vários sucessos, incluindo: Salute, Power, Woman Like Me, Only You, Black Magic, No More Sad Songs, Wings, Shout Out To My Ex , Reggaetón Lento (Remix), Think About Us e Touch.

Confira fotos e vídeos das meninas no palco logo abaixo:

Woman Like Me:

Think About Us

Shout Out To My Ex

Touch

Arquivado em Fotos Noticias Vídeos
Publicado por Monise em 22 de fevereiro de 2019

A girl band atendeu a cerimônia britânica, o Brit Awards na noite desta quarta-feira, 20, onde apresentaram sua mais nova canção do quinto álbum de estúdio LM5, ‘Woman Like Me‘.

As meninas concorreram a duas categorias no Brit Awards 2019 – Best British Group e British Video of The Year. Elas venceram na categoria British Video, que foi por voto do público, e superando artistas como Anne-Marie, Jess Glynne, Liam Paybe, Calvin Harris, Rita Ora, Dua Lipa, Jonas Blue, Jax Jones e Rudimental. Elas também se tornaram a segunda girl band a ganharem esta categoria depois de All Saints em 1998.

Confira imagens exclusivas do grupo no tapete vermelho:

Arquivado em Fotos Noticias Vídeos
Publicado por Monise em 11 de dezembro de 2018

As garotas compareceram neste domingo, 9, na arena O2 em Londres como parte do evento de música que acontece todo final de ano, o “Capital’s FM Jingle Bell Ball”.

Desta vez, não só o Little Mix estava presente assim como outros artistas dentre estes são: Cheryl, Zara Larsson, Jason Derulo, Sigala, Jess Glynne, Years & Years, Mabel, Jax Jones e Clean Bandit. Sendo a grande atração da noite, o quarteto finalizou a noite como ato final do evento.

Veja alguma das fotos das meninas se apresentando junto de vídeos exclusivos logo abaixo:

Secret Love Song

Only You
Touch
Black Magic
Shout Out To My Ex
Power

Woman Like Me

Arquivado em Vídeos
Publicado por Monise em 7 de novembro de 2018

O grupo compareceu pela primeira vez no evento MTV Europe Music Awards neste domingo, 4. A cerimônia ocorreu na Bizkaia Arena, em Bilbau na Espanha. É considerado a segunda maior premiação da MTV atrás apenas do VMA (Video Music Awards). O quarteto fez sua estreia no palco do EMAs pela primeira vez a convite de Nicki Minaj.

Enquanto a mesma apresentava “Good Form” a girl band entrou com um incrível medley cantando seu mais novo single “Woman Like Me”. A girl group entrou com grande estilo, fazendo um dos clássicos movimentos do Rei do Pop, Michael Jackson. As vestimentas preto e branco remeteram muito bem a essência do artista que é uma das maiores influências do grupo.

Veja agora a apresentação completa de Nicki Minaj e Little Mix no palco:

As meninas entregaram uma carta e um lindo buquê de flores para a rapper em seu respectivo hotel. Minaj respondeu através de seu Twitter:

Na mesma noite Little Mix estavam indicadas na categoria “Best UK & Ireland Act” onde acabaram vencendo o prêmio pela terceira vez. O primeiro foi em 2015 e o o segundo em 2016.

Confira alguma das fotos das meninas no EMA’s:

Arquivado em Fotos Vídeos
Publicado por Monise em 31 de outubro de 2018

Com o intuito de promover seu mais novo single, Little Mix apresentou sua mais nova canção ”Woman Like Me” no The X Factor UK neste domingo, 28/05/2018.

Confira agora a performance completa:

Arquivado em Vídeos