visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
07.11.20

Onde estava Little Mix há exatamente um ano atrás? Na arena O2 em Londres. Três noites seguidas, semanas depois, mais dois shows. Todos os cinco esgotaram. Mas isso é coisa do passado. Sua última aparição na televisão, na BBC para promover seu último single “Sweet Melody”, foi em um estúdio vazio.

No final de 2011, quatro garotas ganharam a versão britânica do programa de TV “The X Factor”. Leigh-Anne Pinnock, Jade Thirlwall, Perrie Edwards e Jesy Nelson juntas formaram a girlband Little Mix. Este site de notícias chamou dois membros da banda para falar sobre seu novo álbum, “Confetti”.

Jesy  e Perrie eram apenas adolescentes quando entraram no programa. Ambas estavam em suas próprias casas durante a entrevista. Elas só se veem para apresentações ou gravações.

No ano passado vocês se apresentaram no Ziggo Dome e em Breda. Lembram?

Perrie: Como se chama aquela festa? Algo sobre o rei?

Isso! Era o Dia do Rei.

Jesy: Todo mundo usava laranja.

Perrie: Eu me lembro de Amsterdã. Depois, os fãs correram para a parte de trás do Ziggo Dome, onde ficavam nossos vestiários. Eles cantaram nossas músicas bem alto na rua para que pudéssemos ouvi-los. Muito fofo.

Então, vocês fizeram shows para milhares de fãs. Perrie, como você está enfrentando os dias agora?

Perrie: Neste tempo assustador, gosto da paz. Também é bom poder estar junto ao meu namorado com mais frequência. Na verdade, eu fui duas pessoas diferentes durante o confinamento. No começo eu fazia muitos exercícios e só comia saudável. Depois me senti miserável. De repente, comecei a comer pouco saudável. Todos passaram por momentos difíceis nestes tempos.

Vocês tiveram que atrasar o lançamento por causa da pandemia?

Perrie: Estava quase concluído antes do confinamento. Tivemos que aperfeiçoar algumas coisas. Nesse sentido, tivemos sorte. Assim que as medidas foram relaxadas, entramos no estúdio individualmente. Não pudemos fazer juntas, mas queríamos lançar o álbum logo.

Como vocês promovem um álbum durante uma pandemia?

Jesy: Agora fazemos principalmente conversas no Zoom ou entrevistas por telefone com jornalistas. Podemos fazer algumas aparições na TV, desde que o número de casos esteja controlado.

Latidos repentinamente altos atrapalham a conversa.

Eu ouço um cachorro aí?

Jesy: Era o Hatchi?

Perrie: Sim! Fechei a porta. Meu cachorro é travesso, desculpe.

O álbum anterior, LM5, era um som feminista feroz. O que vocês podem dizer do Confetti?

Jesy: LM5 foi uma declaração, um verdadeiro álbum de poder feminino. Embora você possa encontrar essas músicas em todos os nossos projetos. Confetti não tem tema, são músicas divertidas que amamos.

É difícil manter a criatividade em mais um álbum?

Perrie: Em um dia nós escrevemos sete canções para este álbum. Um deles foi o single Break Up Song. Você tem aquelas sessões de composição que fica entediado até a morte no estúdio, mas aquele dia foi um sucesso.

Você canta sobre a felicidade em “Happiness”. Você está feliz?

Jesy: Não, na verdade não. Fiquei feliz quando o mundo inteiro parou ao mesmo tempo. Isso foi uma pausa de toda a agitação. Finalmente não pudemos fazer nada durante o dia todo. Mas agora também quase não podemos fazer nada com todas as restrições.

Qual é a sua música favorita neste álbum?

Jesy: A balada “My Love Won’t Let You Down”.

Perrie: É difícil… Agora é “Nothing But My Feelings”

“My Love Won’t Let You Down” é diferente do que estamos acostumados. São apenas quatro vozes com acompanhamento de piano.

Jesy: É por isso que é tão bonito. Muitas vezes acontece com nossas músicas em pós-produção. Aqui você pode ouvir a vulnerabilidade em nosso canto.

Sobre o que é a música?

Jesy: É uma celebração à nossa amizade. Podemos contar umas com as outras diante de qualquer incerteza.

Outra música, “Not a Pop Song”, parece uma zombaria de Simon Cowell, juiz do Fator X e executivo. Vocês deixaram a gravadora dele pouco antes do lançamento do LM5 devido a diferenças irreconciliáveis de opinião.

Jesy e Perrie riem.

Ele teria ouvido?

Perrie: Não é sobre Simon Cowell.

Jesy: Não, é sobre a indústria da música.

Os fãs realmente acham que vocês estão cantando sobre ele. Não em um sentido positivo.

Perrie: Talvez. Todos podem interpretar à sua maneira.

O Little Mix deve compensar alguma coisa? Os fãs sentiram que o LM5 foi mal promovido pelo fato de vocês terem mudado de gravadora.

Perrie: Não pudemos fazer muito a respeito. Sair de sua gravadora e lançar um novo álbum é complicado. Não acho que seja necessariamente um álbum de compensação. Sempre tentamos dar aos nossos fãs o melhor. Felizmente, eles foram compreensivos durante o lançamento do LM5.

Hatchi late.

Perrie: Cale a boca!

Como vocês continuam se desafiando?

Jesy: Estamos quase chegando aos 10 anos. Muito surreal ver o quanto alcançamos nesse período.

Perrie: Nosso show no ano passado na arena O2 foi gravado e transformado em filme. Esse é um grande marco.

Jesy: Somos melhores amigas. E ainda é bom ser uma banda feminina que trabalhou duro para fazer o Confetti.

Fonte: ADNL

Salvo em: Confetti | Entrevistas | Noticias
Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D &