visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
10.11.20

Enquanto o grupo feminino lança seu novo álbum Confetti, as suas estrelas seguem brilhando muito.

“Ninguém pode nos dizer nada agora.” 

Jade Thirlwall, sentada no chão de seu quarto e vestida com um moletom laranja brilhante, diz:

“Antes, quando entrávamos em sessões de composições, ficávamos muito nervosas para conhecer pessoas novas e pensávamos: ‘Eu espero que pensem que nós somos boas o suficiente.’ Porém agora eu entro em uma sessão de composição e penso: ‘Eu estou no maior grupo feminino do mundo. Eu não preciso me preocupar quando entrar nesse lugar.”

Little Mix sempre foi discreta sobre suas conquistas e, apesar de sua posição como um dos maiores grupos pop femininos do Reino Unido, Jade admite que elas ainda são relativamente humildes sobre seu sucesso.

Ela nos diz:

“Isso parece muito estúpido, mas às vezes até fico envergonhada com o fato de que no meu apartamento tem uma parede com todas as minhas placas que recebemos ao longo dos anos. Eu tenho um apartamento bem pequeno, então não há nenhum outro lugar para colocá-los. Mas então, quando tenho novos convidados entrando no apartamento e eles vão ao banheiro, precisarão passar por aquele corredor. É como um corredor da fama, e me sinto tão egoísta que, para ir ao banheiro, você tem que passar por todas as minhas conquistas! Mas depois que eu mostro as pessoas, elas falam: ‘Absolutamente não – você nunca deve se sentir constrangida do quão exitosa você é’.”

Com seu sexto álbum de estúdio Confetti prestes a ser lançado, Jade terá que encontrar mais espaço naquela parede em breve. Este álbum encapsula tudo o que amamos e esperamos da Little Mix; grandes hinos pop animados com letras poderosas e vocais deliciosos.

O novo single Sweet Melody é uma música explosiva, repleta de intenções e refrão viciante com versos fortes como “ele mentia, ele traía, em batidas sincopadas“, e já deu a Little Mix seu 16º hit no Top 10 no Reino Unido.

Do refrão grandioso em uma das faixas do álbum,”Gloves Up“, à produção contagiante dos anos 80 em “Break Up Song“, não duvide que a Little Mix está abraçando seu status de titãs do pop britânico.

Leigh-Anne diz:

“Não nos colocamos sob pressão com isso. Eu sinto que aconteceu muito naturalmente. Tudo se encaixou muito bem. Foi um processo muito diferente do que estávamos acostumadas. Acho que nossos fãs só querem se sentir empolgados e felizes.”

O Confetti estava praticamente concluído antes do Reino Unido entrar no primeiro isolamento social em março, mas ainda havia pequenos ajustes a serem feitos em algumas das músicas. Assim que as restrições foram amenizadas, cada uma das garotas teve que voltar para o estúdio individualmente para fazer os retoques finais.

Normalmente, nesta fase – como nos seus cinco álbuns anteriores – todas teriam se reunido em uma sala, ouvido tudo e feito anotações sobre quaisquer ajustes que precisavam ser feitos, bem como decidir sobre a lista de faixas. Mas, devido à pandemia, isso não poderia acontecer desta vez.

Perrie admite:

“Foi um processo muito estranho. Mas nós só queríamos fazer isso, porque pretendíamos lança-lo. Estávamos tão animadas para que todos ouvissem e os fãs estavam ansiosos por isso. ”

Depois do ano que todos nós tivemos, Perrie tem razão: um novo álbum da Little Mix não iria acontecer tão cedo.

Little Mix nunca pareceu tão livre como no Confetti. É um pop assumido e ouve um grupo feminino confiante para abraçar isso ao máximo, sem sentir a necessidade de fazer uma declaração em cada canção.

Jesy diz:

“Com o LM5 era muito Girl Power. Estávamos dizendo tudo o que sempre queríamos dizer. Com este álbum, nós apenas nos divertimos e escrevemos músicas que gostamos e deu certo. Obviamente, este ainda tem hinos de Girl Power, mas eu diria que é mais eclético.”

Jade concorda, acrescentando:

“Acho que solidificamos o que somos. Nem toda música precisa ter esse significado super profundo. As pessoas sabem o que fazemos agora e o que defendemos. Acho que o LM5 tem muito a ver com solidificar isso.”

Ao longo dos anos, Little Mix desenvolveu relacionamentos sólidos com alguns dos melhores compositores do Reino Unido – muitos dos quais retornam para esta produção. Um em particular, que é um dos produtores do single Sweet Melody, é o cantor e compositor britânico MNEK.

Jesy responde quando pergunto por que as composições do MNEK são sempre adequadas para um hino da Little Mix:

“Ele simplesmente nos entende como uma banda. Ele obviamente trabalha conosco desde o início, e sabe o que queremos como banda. Ele simplesmente consegue e é apenas um produtor insano! Ele adora vocais e harmonias tanto quanto nós. Então, ele é como um quinto membro.”

Em Confetti, no entanto, também ouvimos Little Mix se unir a Tayla Parx pela primeira vez. Depois de escrever sucessos para nomes como Ariana Grande, Janelle Monae e Christina Aguilera, a cantora e compositora norte-americana finalmente conseguiu entrar em estúdio com o grupo.

Jade explica:

“Queríamos trabalhar com ela há um tempo, mas como sempre, com aqueles grandes compositores de LA, é muito difícil às vezes conseguir, a menos que você já os conheça ou conheça um amigo de um amigo”

Mas quando as meninas fizeram o pedido, elas descobriram que Tayla já estava ansiosa para trabalhar com elas também. Jade acrescenta:

“Ela é tão talentosa. Ela é uma daquelas pessoas que quando você a vê, ela é tão pequena, fofa e alegre e ela diz tipo: ‘Sim cara, eu tive essa ideia’ e ela já está pronta para lançar um hino.”

Apesar das vitórias do BRIT Awards, turnês esgotadas e álbuns multi-platina, o foco da Little Mix sempre foi os fãs. É por isso que há mais de nove anos elas têm admiradores tão dedicados que as tem ajudado a passar de retraídas do X Factor para uma sensação pop internacional.

Se você já foi a um show da Little Mix, verá o efeito que elas e sua música têm nas gerações mais jovens. Trago à tona um vídeo que Jade compartilhou recentemente na conta principal da Little Mix no Twitter, no qual um menino dançava e cantava “No More Sad Songs” sem vergonha e em um de seus shows. São os melhores 60 segundos e de pura felicidade que você pode encontrar na Internet. Perrie comenta:

“Aquele video com aquele menininho fez a minha vida. Ele está vivendo sua melhor fase sem se importar com o mundo, apenas curtindo, e é disso que se trata. É disso que trata a Little Mix. ”

Ser aliado da comunidade LGBTQ + nunca foi um problema para o grupo. Elas participaram de desfiles do orgulho LGBTQ+, tiveram representatividade em seus videoclipes, e são defensores vocais da nossa comunidade. Seus shows são uma extensão disso, oferecendo um espaço seguro para que as pessoas LGBTQ + sejam quem são sem medo de julgamento. Leigh-Anne nos diz:

“Todo mundo simplesmente aprecia e ama a todos pelo que são. Eu acho que é tão bonito. Nossa base de fãs é simplesmente muito bonita. E como você disse, é um espaço seguro. Acho que é muito importante para nós. Mesmo quando estamos no palco, e estamos olhando para a multidão, todos estão vivendo e sendo eles mesmos.”

É essa é a essência de grupo que elas levaram com sucesso para o seu programa de talentos no horário nobre da BBC One Little Mix: The Search. Justo quando você pensou que a formato de competição musical em um sábado à noite estava saturada, Little Mix veio com uma versão revigorante e envolvente do formato. O show prospera com a energia das meninas e a irmandade entre elas.

Também está claro que elas se preocupam profundamente com os concorrentes, abandonando o sensacionalismo que programas semelhantes têm propagado, em favor de um ambiente de amor e carinho para os jovens aspirantes. É por isso que o nível de talento para cantar no show é tão incrível.

“Tivemos tantos participantes que realmente disseram à equipe da BBC que antes nunca sentiram de fato que poderiam fazer uma audição para programas como este, sem talvez se tornar uma piada, ou não serem levados a sério, ou não terem cuidados adequados. Então é muito bom ver pessoas fazendo uma audição que você sabe que normalmente não fariam isso. Normalmente nestes programas há sempre um vencedor claro ou você sabe quem vai para a final. Já com o The Search, criamos seis bandas que literalmente cada uma delas poderia vencer, e ficaríamos bem com isso. Acho que isso também é realmente refrescante.” – Jade

Não estaremos sozinhos na esperança de que a BBC encomende o The Search para uma segunda temporada, e sugerimos às meninas que, para a próxima temporada, façam uma audição para um grupo drap-pop. Jade nos respondeu:

“Foi uma das ideias! Mas, novamente, nós apenas queríamos ter certeza de que foi feito corretamente. Infelizmente, não havia participantes o suficiente. Mas acho que agora que o show está no ar, se fizessemos uma segunda temporada, talvez mais pessoas fariam o teste. Eu também queria muito criar algum tipo de vibração do Scissor Sisters, porque eu sinto que esse tipo de grupo não existe há muito tempo. Especialmente agora que a dance music está indo tão bem nas paradas. Eu sinto que agora é a hora de outro grupo misto queer incrível.”

Claro que não poderíamos deixar de concordar com Jade.

Ao mesmo tempo que a Little Mix caminha para seu 10º aniversário no próximo verão, sua estrela continua brilhando. Mas estas quatro mulheres lutaram para ter sucesso. Indo para os shows ao vivo do X Factor, ninguém teria previsto que uma década depois este grupo surgiria como um dos artistas vencedores mais bem-sucedidos na história do programa. Ao refletirem sobre sua jornada até este ponto, elas sentem que a pressão diminuiu um pouco. As pessoas não podem mais duvidar de seu impacto.

“Sinto que temos essa essência sobre todas nós agora, e isso não significa que agora somos metidas, só deixamos de ter medo. Não temos que nos provar como artistas.” – Jade

Leigh-Anne concorda, mas reconhece que tem sido um caminho desafiador até este ponto.

“As pessoas não entendem como é difícil. Temos que trabalhar muito mais. E eu não sei por quê. Eu não sei o que é. O que há com as bandas femininas? Eu não sei. Mas sinto que, ao mesmo tempo, quebramos um pouco os limites, e o fato de estarmos juntas há 10 anos, isso é inédito. E daí se formos uma banda de garotas? Podemos resistir ao teste do tempo. Conseguimos, estamos aqui. ”

Com um glorioso sexto álbum de estúdio, um programa de TV em horário nobre de sucesso e, com sorte, uma turnê no Reino Unido no próximo verão (por favor, não nos faça esperar mais, Covid), a popularidade da Little Mix não mostra sinais de parar tão cedo. Contra todas as probabilidades, elas se tornaram parte da história da cultura pop britânica, com um legado que atravessará as gerações futuras.

Perrie diz:

“As pessoas realmente não podem questionar nossa credibilidade ou o que estamos fazendo. Já estamos aqui há 10 anos, então relaxe!”

Não poderíamos ter dito melhor.

Tradução e Adaptação: Equipe BRLM | Fonte: Gaytimes

 

Salvo em: Confetti | Entrevistas | Noticias
Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D &