visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
15.01.21

Depois que a Little Mix garantiu seu quinto single número #1 com Sweet Melody nas paradas britânicas nesta última sexta-feira, Leigh-Anne Pinnock tinha mais notícias empolgantes para compartilhar com os fãs na quinta-feira, quando ela revelou que havia terminado de filmar seu primeiro filme intitulado Boxing Day. Levando para o Instagram, a cantora, de 29 anos, compartilhou dois clipes dos bastidores durante as filmagens em Londres.

Escrevendo uma legenda longa junto com os vídeos, Leigh-Anne admitiu que agora tinha pegado o jeito da atuação. Enquanto ela brincava que o filme festivo estaria disponível para assistir em dezembro deste ano, Leigh-Anne escreveu:

E isso é um sucesso! Meu primeiro filme e espero que não seja o último! Acho que peguei o jeito agora. Estou muito honrada em estrelar #BoxingDay com @warnerbrosuk e @ film4 chegando nas telas do cinema no próximo Natal!

Leigh-Anne então elogiou docemente seus colegas de elenco e disse que as filmagens tinham sido um ‘sonho’. Ela continuou:

Este tem sido um sonho do início ao fim com o elenco e a equipe mais incríveis. E não teria sido possível sem a crença de @brucepurnell113 e @amlameenbaby.

Não faltou elogios ao ator Aml Ameen de I May Destroy You, com Boxing Day sendo sua primeira estréia na direção, Leigh-Anne disse:

@amlameenbaby, sua coruja sábia. Obrigada por me orientar e me colocar sob sua proteção. Você me inspira muito e espero ter deixado você orgulhoso! Viemos aqui para vencer, então vamos continuar vencendo. 

Na sexta-feira à noite, a faixa Sweet Melody do grupo, de seu último álbum Confetti, saltou oito lugares para garantir o primeiro lugar na parada oficial de singles do Reino Unido, a Official Charts. Dando um gostinho do que está por vir para o trio depois que Jesy, 29, revelou que havia deixado a banda em dezembro, Leigh-Anne disse que novas músicas estão à caminho.

Ela disse ao The Sun:

Teremos novas músicas em breve. Estamos trabalhando em algo realmente empolgante que será lançado nesta primavera e mal posso esperar para que todos vocês ouçam.

Fonte: Daily Mail | Tradução e Adaptação: EquipeBRLM



08.01.21

Quando Jesy Nelson saiu da Little Mix no mês passado, muitos fãs temeram que isso significasse o fim do grupo pop favorito do país. Mas o trio provou que não há como pará-las depois de emplacar seu quinto single no número 1 das paradas e prometeram lançamento de mais músicas novas em apenas algumas semanas.

Sweet Melody, tirado do sexto álbum Confetti, lançado em novembro, conquistou o topo das paradas e é o primeiro single delas a conseguir esse feito desde 2016, Shout Out To My Ex. E Leigh-Anne Pinnock, Jade Thirlwall e Perrie Edwards posaram com seus troféus oficiais para comemorar. Insistindo que há muito mais por vir do grupo, Leigh-Anne contou:

 

Teremos novas músicas em breve. Estamos trabalhando em algo realmente empolgante que será lançado nesta primavera e mal posso esperar para que todos vocês ouçam.

Chegar ao primeiro lugar antes de Afterglow, do superstar Ed Sheeran, é uma prova do trabalho árduo que Little Mix faz. Depois de descobrir que elas ganharam a corrida nas paradas, Perrie disse:

Este número 1 é tão especial porque os fãs realmente lutaram por isso. Eles baixaram e ouviram a música durante toda a semana e adoramos isso. Como música, Sweet Melody cresceu e se desenvolveu ao longo dos últimos meses, então é ótimo finalmente chegar ao primeiro lugar.

Jade acrescentou:

Também é especial porque é nosso primeiro número 1 como um trio. Começar 2021 em primeiro lugar nas paradas é incrível. 

Perrie disse:

Mal podemos esperar para voltar ao palco e fazer uma turnê novamente. Queremos estar no palco, vendo os fãs.

Ensaiar para a turnê está muito longe do que Jade tem feito enquanto está presa em casa. Ela brincou:

Tenho feito mais quebra-cabeças e assistido Lord of the Rings. Portanto, tem sido muito produtivo.

Tradução e Adaptação: EquipeBRLM | Fonte: The Sun



20.12.20

A cantora Jesy Nelson afirmou que uma vez foi injetada com analgésicos cinquenta vezes para que pudesse subir ao palco com Little Mix.

A estrela disse que se sentia como um robô que nunca deveria parar para descansar ou se recuperar de uma doença.

Ela fez as acusações em duas autobiografias da banda, mas os comentários não foram relatados quando os livros foram lançados em 2012 e 2016, porém chamaram a atenção depois que Jesy deixou a banda por motivos de saúde.

A jovem de 29 anos disse que as injeções aconteceram antes de um show no programa do guru da música Simon Cowell, America’s Got Talent, em 2015. Ela escreveu:

“No dia, desloquei meu ombro e não conseguia me mover. No final, recebi cerca de 50 injeções e minhas costas cheia sufocadas de hematomas. Antes do show, quando eu estava arrumando meu cabelo e maquiagem, as pessoas me davam café para me manter acordada. Eu estava tão fora de mim que não consigo me lembrar de nada sobre a performance, só de que no palco eu não conseguia me equilibrar. Foi horrível, a pior coisa que tive de fazer. Em um trabalho normal, você pode tirar um dia de folga e ninguém vai atrás de você, enquanto neste trabalho, se você perder uma apresentação, todo mundo escreve artigos, comentando nas redes sociais e sendo abusivos.”

Um ano antes, Jesy disse que recebeu antibióticos tão poderosos que a fizeram vomitar para que pudesse continuar a se apresentar enquanto sofria de um problema dentário.

Jesy também revelou que, durante o problema cardíaco da sua mãe, ela ficou tão estressada que uma de suas orelhas que estava infeccionada começou a sangrar.

Ela acrescentou:

A dor piorou tanto que eu comecei a gritar na cama. O que é estranho neste trabalho é que as pessoas não parecem acreditar que ficamos doentes como todo mundo – ou que as pessoas próximas a nós adoecem e precisamos estar com elas.”

Jesy falou sobre seus problemas nas autobiografias do Little Mix –‘Ready to Fly: Our Official Story’ e ‘Our World: Our Official Autobiography’. Ela falou várias vezes sobre como haters cruéis a atacaram por causa de seu peso e como o grupo enfrentou uma agenda implacável.

Eu acho que todo mundo se preocupa em adoecer durante uma turnê e de não poder performar. Eu amo estar em turnê, mas demanda fisicamente, e quando força ao máximo o seu corpo o tempo todo, há sempre o risco de você acabar desgastada e doente. Nós tivemos uma agenda lotada para a turnê Get Weird, e na minha cabeça eu estava sobre uma lesão no ombro que eu tinha faz anos. Eu machuquei ele dançando quando eu era uma criança e meu pescoço nunca se recuperou propriamente. Eu tenho uma hérnia de disco que não se alinha propriamente, e de vez em quando dói de novo e pescoço trava e não consigo mexer a minha cabeça. Tudo que posso fazer é esperar melhorar. Tende a acontecer se eu não tenho dançado por um tempo e então começa tudo de novo, e eu estava preocupada sobre como iria ser na turnê, mas o que nunca passou na cabeça era não ser capaz de performar por causa de problemas com meus dentes do siso. Quase na metade da turnê, em abril de 2016, eles ficaram infeccionados e a dor era excruciante. Eu estava me tratando com antibióticos poderosos que estavam me fazendo vomitar o tempo todo e eu não conseguia diminuir a dor. Por uma semana eu me senti tão mal que não conseguia dormir. Se eu dormia duas horas por noite, era sorte. Todo esse tempo nós estávamos fazendo shows energéticos e eu estava sentindo dor ao cantar. Toda vez um dos dançarinos me pegava e me rodava e eu achava que ia passar mal. Eu fiz o que pude para aguentar e continuar seguindo em frente, mas depois de uma semana de noites sem dormir, e dor constante, eu acho que comecei a sentir pena de mim mesma, e no palco em Dublin eu fiquei emocionada e desabei. No dia seguinte tivemos dois shows em Belfast e eu ainda não estava me sentindo bem. Era óbvio que eu não conseguia acompanhar. Eu precisva descansar, então tivemos que cancelar, o que foi horrível, especialmente quando tem fãs chegando no local e indo embora desapontados. Cancelar um show é a última coisa que você quer fazer, e se eu fosse capaz de fazer uma boa performance, eu teria feito. Eu fui para casa, minha mãe cuidou de mim e tudo que fiz foi dormir. Algumas vezes você precisa do conforto de estar na própria cama, e um ou dois dias longe do trabalho para melhorar. Felizmente, os antibióticos com os quais estava sendo tratada limparam a infeccão e eu voltei à estrada novamente em tempo para a próxima data, em Sheffield. Nós conseguimos administrar e reagendar os shows de Belfast, mas obviamente as pessoas ficaram chateadas, e enquanto eu recebi algumas mensagens de fãs adoráveis, eu recebi muitas críticas também. Acho que algumas pessoas presumem que você pode performar, não importa como esteja se sentindo, mas não somos robôs e nem sempre é possível, não importa o quanto queira. Em setembro de 2015 nós estávamos previstas para performar ‘Black Magic’ ao vivo no America’s Got Talent, surgindo com um time de ginástica chamado AcroArmy, que estiveram no programa um ano antes. No dia, meu ombro doeu e eu não conseguia me mexer. Eu estava agoniada e gritando. Parte da dança envolvia pular do palco para os braços de um dos ginastas e de forma alguma que eu ia conseguir fazer aquilo. Ao mesmo tempo era uma aparição tão importante de TV, a razão pela qual voamos até lá, era quase como se eu tivesse que aguentar, não importava o que acontecesse. Foi um pesadelo, eu acabei no médico que me deu injeções para diminuir minha dor, e eu estava sentindo tanta dor que soluçava de tanto chorar. Ele me deu vinte injeções e disse que não podia me dar mais, porém eu ainda estava em agoniada, então ele me mandou descansar. Foi a coisa mais surreal. Na cama ao meu lado estava uma celebridade famosa e nós acabamos batendo um papo, sem saber na verdade o que falar uma para a outra. Constrangedor! A dor não estava passando, então o médico disse que ele ia me dar mais injeções, mas me avisou que eu ia me sentir como se estivesse bêbada. No final eu levei algo como cinquenta injeções e minhas costas estavam sufocadas em hematomas. Antes do show, quando eu estava terminando meu cabelo e maquiagem, pessoas estavam me dando café para acordar. Eu estava tão fora de mim que eu não lembro de muita coisa sobre a performance, somente que no palco eu não conseguia me equilibrar. Foi horrível, a pior coisa que tive que fazer. Em um trabalho normal você pode tirar um dia de folga e ninguém te pressiona, mas nesse trabalho se perder uma performance, todos vão estar escrevendo artigos, comentando nas redes sociais e falando mal de você.

Little Mix foi a primeira banda a ganhar o show de talentos The X Factor, e assinou contrato com o selo Syco de Cowell. Seus sucessos incluem Black Magic, elas venderam 50 milhões de discos e as garotas têm uma fortuna combinada de pelo menos £ 25 milhões.

Mas problemas nos bastidores foram revelados quando Jesy gravou um documentário da BBC aclamado sobre haters.

As companheiras de banda Perrie EdwardsLeigh-Anne Pinnock, e Jade Thirlwall, disseram que continuarão com a turnê de 2021 da Little Mix.

Anunciando que estava desistindo na segunda-feira passada, Jesy disse:

“Acho muito difícil a pressão constante de estar em um grupo de garotas e atender as expectativas. Preciso passar um tempo com as pessoas que amo, fazendo coisas que me deixem feliz. Estou pronta para embarcar em um novo capítulo na minha vida – não tenho certeza de como será agora, mas espero que vocês ainda estejam lá para me apoiar. Acima de tudo, quero agradecer a Jade, Perrie e Leigh-Anne por criarem algumas das memórias mais incríveis que nunca esquecerei.”

Fonte: Mirror UK

Tradução: Equipe BrasilLM



16.12.20

A cantora, que deixou a Little Mix para focar em sua saúde mental, trouxe muito talento e carisma para o grupo – mas os trolls transformaram o abuso em um aspecto marcante.

Eu entrevistei a Little Mix pela primeira vez em 2012, não muito tempo depois de elas ganharem o The X Factor, o primeiro grupo feminino a conseguir vencer a competição . Naquele ponto, elas tinham uma música em seu nome – um cover monótono de Cannonball de Damien Rice que elas rejeitariam mais tarde – mas estavam prestes a lançar seu primeiro de muitos singles de alto nível, o efervescente e empoderado Wings. Como um leitor ávido de Smash Hits quando criança, eu trouxe uma lata de biscoitos (lancheira da Lady Gaga) com perguntas e sugeri que cada integrante – Jesy Nelson, Jade Thirlwall, Perrie Edwards e Leigh-Anne Pinnock – pegasse uma aleatoriamente. De certa forma, foi um teste: elas tinham sido treinadas para ser ciborgues do pop pela gravadora Syco, de Simon Cowell, distribuindo banalidades rotineiras, ou eram superestrelas do tipo que dizem o que pensam?

A sala estava cheia não apenas com o grupo, mas também com sua equipe e vários funcionários da Syco. “Qual é o cheiro do amor?”, uma delas leu, inocentemente. “Pinto!” gritou Nelson antes de se desintegrar em histeria enquanto os olhos de todos percorriam a sala, presumindo que a entrevista tinha acabado. Ninguém disse nada. “Na verdade, é suor”, ela concluiu, seu sorriso tão grande quanto seu cabelo.

Como Mel B nas Spice Girls ou Sarah Harding em Girls Aloud, Jesy Nelson – que deixou o grupo para focar em sua saúde mental – era a animada da Little Mix, muitas vezes o foco de atenção durante as apresentações por sua pura paixão e determinação. O fato de parecer mascarar uma vulnerabilidade mais profunda apenas fazia as pessoas terem mais carinho por ela. Ela claramente tinha, na falta de uma frase melhor, o fator X. Se as pessoas não levassem o grupo a sério, ela seria aquela a forçá-los a se submeter, muitas vezes usando collant e botas de cano alto.

Incrivelmente, quando elas finalmente ganharam um Brit em 2017, Nelson relembrou o famoso discurso de aceitação de Harding em uma entrevista nos bastidores, balbuciando “já estava na hora” com o estilo de um Gallagher enquanto suas companheiras de grupo tentavam manter uma cara séria. Ela se destacou porque conseguiu transpor sua personalidade – um estilo duramente conquistado, com uma dose de charme de Essex – para a arena pop sem perder quem ela era. As entrevistas eram frequentemente pontuadas com imitações aleatórias – como esquecer “balegdah”, um meme para todos os tempos? – ou desviadas por fofocas. Quando as entrevistei pela última vez em 2019, elas tinham acabado de sair da Syco e tinham se distanciado de Simon Cowell. Esse tópico específico estava muito fora de questão. Quando perguntei sobre isso, todos ficaram em silêncio, os mesmos olhos correndo ao redor da sala novamente, antes que Nelson falasse. “Então, foi isso que aconteceu…

E ainda há uma triste inevitabilidade sobre o anúncio de segunda-feira de que Nelson está deixando a banda. Em uma cultura pop onde a misoginia ainda é abundante, com a própria silhueta de uma mulher sendo colocada sob esses parâmetros estreitos de aceitação, se você se destacar, você se torna um alvo. Durante seu tempo nos shows ao vivo do X Factor, quando ela não estava no palco mostrando seu vocal rouco, sua marca registrada, ela era frequentemente vista em lágrimas, o rosto do bullying nas mãos de trolls online que a marcaram como diferente, ou seja, não magra o suficiente para uma estrela pop. No documentário vencedor do National Televison Awards do ano passado, Jesy Nelson: Odd One Out, ela foi extremamente honesta sobre seus problemas de saúde mental, lembrando como no dia em que o grupo ganhou o programa ela estava em lágrimas, depois de ler uma mensagem no Facebook referindo-se a ela como feia e sugerindo que ela merecia morrer. Em 2013, ela tentou se matar logo após retornar ao palco do X Factor, sua nova aparência mais magra causando outra onda de abuso online. Em 2018, tendo tentado se apropriar e celebrar seu corpo por meio do single Strip e do clipe que mostrava as integrantes nuas, cobertas pelos insultos que elas sofreram, Piers Morgan usou seu programa de TV nacional para rejeitar o movimento como um golpe publicitário.

Nelson se referiu a ele como um “idiota” ao vivo na BBC Radio 1 dias depois, mas você só pode estufar o peito e fingir que não doeu por muito tempo. O abuso veio em ondas de todas as direções e era frequentemente repetido para Nelson em busca de uma declaração, porque lutar contra trolls venenosos se tornou sua postura padrão desde que ela se tornara famosa. Nelson ajudou a tornar o diálogo sobre saúde mental muito mais claro, muito mais honesto, mas quando você se torna um símbolo, a pessoa que está por baixo pode às vezes se perder. “Acho muito difícil a pressão constante de estar em um grupo de garotas e corresponder às expectativas”, diz a declaração de partida tipicamente honesta de Nelson. “Chega um momento na vida em que precisamos investir em cuidar de nós mesmos, em vez de focar em fazer outras pessoas felizes.

 

Tradução e Adaptação: EquipeBRLM | Fonte: The Guardian



14.12.20

As cantoras da Little Mix estão entre as estrelas que foram reconhecidas por seu trabalho em prol da igualdade racial no Reino Unido.

É particularmente comovente este ano, dada a proeminência do movimento Black Lives Matter, que virou uma revolta global em 2020 após a trágica morte de George Floyd nos Estados Unidos.

Enquanto aceitavam o prêmio, Leigh-Anne disse:

Eu só quero dizer um enorme obrigado por terem votado para que eu e a Jade ganhássemos o prêmio de igualdade, é absolutamente incrível.  Eu me sinto tão emocionada e grata por ter recebido um prêmio como esse, vou continuar usando minha plataforma para continuar falando sobre raça e lutar por essa causa. Eu realmente sinto que tem tantas pessoas espalhadas por aí que estão ao nosso lado para mudar e lutando por isso. Infelizmente, isso não está sendo falado nas redes sociais ou em notícias, então este prêmio é para eles.

Jade acrescentou:

É importante para nós, como duas mulheres de cor na indústria da música, compartilhar nossas experiências na esperança de inspirar nossos jovens fãs a se orgulharem de quem são e de fazer a diferença neste mundo. […] Este ano nos levou a uma jornada educacional por colocar palavras em ações e usar nossa voz para realmente tomar uma posição. Estou muito orgulhosa da minha irmã Leigh e estou muito, muito feliz por podermos compartilhar essa conquista juntas.

O Ethnicity Awards anual, é um evento realizado em associação com os patrocinadores da HSBC UK. Foi apresentado pelo apresentador de TV e ex-jogador de futebol Alex Scott. Leigh-Anne se abriu sobre o racismo que ela vivenciou sendo a única cantora negra da girl band onde, segundo ela, a mesma se sentia invisível.

A cantora de Woman Like Me disse no programa de TV, This Morning:

Eu simplesmente senti que algumas pessoas não se importassem tanto, como se elas não estivessem ouvindo o suficiente. Obviamente, essa é a primeira vez na minha vida que o mundo inteiro fala sobre racismo, fala sobre a vida dos negros. Estou tão impressionada com isso e pensei: ‘sinto que preciso me livrar dessa dor que tenho carregado por nove anos, e também espero conhecer mais pessoas’.

Jade também revelou que sofreu racismo enquanto crescia devido à sua raça mista.

Tradução e Adaptação: Equipe BRLM | Fonte: Metro UK



26.11.20

As superestrelas do pop, Little Mix, estão fazendo carreiras solos, o The Sun pode revelar – com Jesy Nelson também tendo tirado uma “folga prolongada” por motivos de saúde. Perrie EdwardsJade Thirlwall e Leigh-Anne Pinnock estiveram cada uma envolvida em planos secretos para lançar carreiras individuais no próximo ano, no final de seu contrato existente.

Elas têm se reunido em silêncio com novos gerentes, agentes e chefes da indústria. Jesy também está em negociações sobre planos para sua própria carreira solo, que serão retomados assim que ela se sentir melhor. Nossas revelações vêm quando o empresário do grupo na noite passada anunciou a pausa de Jesy. Um porta-voz acrescentou:

Não faremos mais nenhum comentário no momento.

Jesy, 29, está ausente do grupo há duas semanas, após não ter estado na final do The Search, e nem no MTV European Music Awards. Enquanto isso, Perrie e Jade, ambas de 27 anos, estão procurando projetos musicais solo enquanto Leigh-Anne, de 29 anos, está discutindo ideias para a TV.

Uma fonte explicou:

As meninas têm sido abertas e honestas umas com as outras e com sua atual equipe de gestão. Elas começaram a discutir com alguns gerentes e agentes em potencial sobre como seriam suas carreiras solo. Algumas das meninas podem acabar assumindo projetos solo com sua equipe de gestão atual também. Mas isso não é sobre acabar com a Little Mix, é sobre olhar apenas para o futuro. Elas ainda têm uma turnê agendada para começar em abril do próximo ano e, mesmo que seja adiada por causa do Covid , como é bem provável, elas ainda vão concluir a turnê. Isso vai acontecer com ou sem Jesy, que está tirando algum tempo para ela mesma.

A fonte explicou:

Elas estão falando sobre tentar imitar o Take That, onde cada integrante foi capaz de sair às vezes e trabalhar em seus próprios projetos, mas de se reunirem em outras ocasiões para fazer turnês e trabalhar como um grupo novamente. Elas amam o grupo e tudo o que conquistaram, e ainda se dão muito bem como grandes amigas. Não há absolutamente nenhuma desavença entre elas e todas apoiam uns aos outros fazendo coisas novas. É um momento emocionante.

Little Mix se tornaram uma das artistas de maior sucesso de sua geração desde sua formação no The X Factor em 2011, vendendo mais de 50 milhões de discos. Seis álbuns e seis turnês mundiais geraram quatro singles em primeiro lugar e 16 no top dez da UK Singles Charts, ao lado de dois Brit Awards – e uma fortuna estimada em cerca de £30 milhões. Mas o grupo também enfrentou tensões após uma desavença bem documentada com sua antiga gravadora, a SYCO Music de Simon Cowell , em novembro de 2018.

Isso fez com que elas se mudassem para a gravadora RCA UK em meio a uma explosão entre Cowell e os empresários do grupo, Modest Management. Após o incidente, que eclodiu enquanto elas gravavam seu álbum LM5, Cowell disse ao The Sun que a disputa “não foi por causa de dinheiro”, acrescentando:

Basicamente, eles disseram [Modest] que fizemos um trabalho terrível.

O criador do X Factor disse que ele e as meninas ainda se dão bem e planejam se encontrar novamente. Ele disse:

Eu mantenho o fato de que elas são o grupo de garotas que mais trabalham duro com a quais eu já trabalhei. Elas merecem tudo o que têm.

Perrie disse mais tarde ao The Sun:

Estamos prontas para um novo começo.

Leigh-Anne disse:

Estivemos com a Syco por sete anos e tivemos uma jornada incrível, mas vai ser bom mudar isso.

Little Mix ganhou o The X Factor no auge de seu sucesso em 2011, um ano após a boyband One Direction terminar em terceiro lugar. Seus sucessos incluem Wings, Black Magic e Shout Out To My Ex. Os derivados incluem linhas de roupas, perfumes e produtos de beleza. Jesy ganhou um National Televison Awards por seu documentário, Odd One: Out sobre o bullying online e as dificuldades com a imagem corporal.

 

Tradução e Adaptação: Equipe BRLM | Fonte original: The Sun



25.11.20

A cantora de 27 anos também disse que foi atingida pelo Covid, dizendo:

Eu peguei um pouco do corona.

Falando com o apresentador da rede Hit, Ash London, ela respondeu a perguntas sobre o que está sendo reservado para o grupo. Jade disse:

Você sabe, eventualmente, no futuro, podemos sair e fazer nossas próprias coisas – mas o grupo literalmente nunca morrerá. Nós sempre dissemos isso – nós sempre precisaremos da Little Mix. Eu definitivamente quero viajar mais e ver mais fãs em todo o mundo.

Um porta-voz do grupo explicou no início desta semana que Jesy, 29, está tirando uma “folga prolongada” da Little Mix por motivos de saúde. Jade Thirlwall, Perrie Edwards e Leigh-Anne Pinnock estiveram cada uma envolvidas em planos secretos para lançar carreiras individuais no próximo ano. Jesy também está em negociações sobre planos para sua própria carreira solo, que serão retomados assim que ela se sentir melhor.

Tive que me isolar por duas semanas. Eu estava bem e moro com minha melhor amiga, então ela estava cuidando de mim.

O The Sun revelou ontem que Jade está sendo cortejada pela BBC para uma série de programa como uma apresentadora de alto nível depois de impressionar produtores de televisão em seus programas The Search e em sua participação como jurada convidada no RuPaul’s Drag Race UK.

Uma fonte disse:

A BBC a vê como uma jovem Davina McCall e estão tentando criar alguns conceitos para ela agora. Ela brilhou no The Search e realmente se destacou quando foi convidada do RuPaul.

 

Tradução e Adaptação: EquipeBRLM | Fonte: The Sun



21.11.20

A estrela da Little Mix, Perrie, revelou que uma vez ela acidentalmente enviou mensagens ‘realmente atrevidas’ para o pai de seu ex-namorado, dizendo que ela achou a coisa toda ’embaraçosa’. Perrie, que já namorou Zayn Malik do One Direction, falou sobre o acidente em um novo episódio do The Jonathan Ross Show, que vai ao ar hoje à noite. A jovem de 27 anos disse ao apresentador Jonathan Ross que ela não podia nem divulgar o que as mensagens diziam, pois eram muito atrevidas.

Edwards relembrou:

[Mandei alguns para] o pai do meu ex-namorado…por acidente. Foi o momento mais vergonhoso de toda a minha vida. Eu mandei uma selfie do meu rosto e um monte de mensagens. Eu não posso nem dizer [o que as mensagens diziam]. Eram mensagens realmente safadas. Tipo muito safadas.

Ela acrescentou:

A mãe dele mandou uma mensagem no dia seguinte para dizer ‘o iCloud ainda está conectado’. Foi a coisa mais embaraçosa de todas, mas meio que foi engraçada.

Edwards apareceu no programa ao lado de Jade Thirlwall e Leigh-Anne Pinnock, marcando sua primeira aparição na TV desde que o grupo anunciou que Jesy Nelson faria uma ‘pausa prolongada’.  Durante a entrevista, Little Mix também discutiu seu sucesso, admitindo que achou as coisas mais difíceis do que imaginavam. Perrie revelou:

Não acho que esperávamos que fosse tão difícil. Quando você é jovem e pensa em ser uma estrela pop, você pensa, ‘Oh, eu quero que todos me amem e peçam meu autógrafo.

Continuou Edwards, acrescentando:

Nós não temos tempo de descansar, não dormimos. Mas amamos o sucesso, então estamos dispostas a trabalhar por ele e foram dez anos incríveis.

Pinnock, 29, também disse que outras pessoas muitas vezes não percebem o que realmente significa ser uma estrela da música.

As pessoas não veem como é difícil as coisas que acontecem nos bastidores. As pessoas não entendem a pressão. As pessoas às vezes veem as estrelas pop e pensam: ‘Oh, é glamour e brilho’, mas é muito difícil.

Thirlwall, 27, explicou como cada integrante da Little Mix apóia umas as outras, mas também certifica-se de que elas reservem um tempo para ir para casa e ver seus entes queridos.
Nós temos umas as outras, essa é a beleza de estar num grupo”, disse ela. “Nós apenas ficamos  perto de nossos amigos e familiares.

Quando a gente tem uma folga, vamos direto para casa para ver nossas família. Nossas mães seriam as primeiras a falar em nossas caras caso estivéssemos ficando metidas.


Confira fotos das meninas no programa:

 

Tradução e Adaptação: EquipeBRLM | Fonte: Entertainment UK



19.11.20

Nesta quinta-feira (19/11) foi publicada uma entrevista que Jade cedeu ao Ash London LIVE! a respeito de suas expectativas ao trabalhar tão duro dia sim, dia não, The Search, Covid-19 e outros assuntos que você confere na entrevista abaixo:

Eu tive corona, mas fiquei bem. Tive que me isolar por duas semanas, então perdi uma semana do The Search. O que foi frustrante, mas eu fiquei bem. Os Shows ao Vivo foram gravados no mesmo estúdio que gravamos o X-Factor, quase dez anos atrás. E quando você entra, há na parede uma foto enorme do momento que ganhamos. Então entrar no estúdio todos os dias e ver aquilo me deu arrepios.

Sobre como tira forças para trabalhar quando está muito cansada, Jade revela:

Eu diria que provavelmente é a pressão de ter uma câmera enfiada no seu rosto e ter que sorrir. Mas acho que você simplesmente acha a adrenalina. Sinto que trabalhei de forma sólida pelos últimos nove anos com praticamente nenhuma pausa, estou quase acostumada com esse nível ininterrupto. Então, especialmente no isolamento, quando eu tive que parar e dar uma pequena pausa, fiquei tão surtada, eu não sabia o que fazer.

Ela continua:

[…] Acho que, especialmente com a Little Mix, sempre que conquistamos algo ficamos tipo, “isso é a próxima coisa que vamos conquistar”, e constantemente temos um objetivo em mente, e isso nos mantém indo em frente. E obviamente gostamos de estar na companhia uma da outra, então isso faz o nosso trabalho ser muito mais fácil.

Questionada sobre o que está em sua lista de objetivos, Jade respondeu:

Definitivamente quero viajar mais e ver mais fãs ao redor do mundo.

Em outra parte da entrevista, Jade revela seus planos de realizar um mochilão:

Eu adoraria fazer isso. Lembro que da última vez que fomos à Nova Zelândia ficamos lá por uma noite e tudo que eu vi foi o lado de fora do meu quarto de hotel. Minha mãe teve uma experiência melhor do que a minha, porque ela passou o dia fora com a minha família e aí liguei para ela tipo, “mãe, estou voltando, o que você está fazendo?”, “Ah, Jade, estou pulando de um prédio”. E eu fiquei tipo, “minha mãe está aqui aproveitando enquanto eu estou indo de uma arena para a outra.” Então com certeza eu adoraria ter um pouco de tempo para viajar e ter experiências que não tive tempo de ter quando estava nesses lugares.

Finalizando, Jade contou como foi apresentar o MTV EMAs 2020:

Por causa das regras do Covid e tudo, nós basicamente fomos colocadas em um espaço enorme, todo de tela verde, com poucas pessoas da equipe e uma tela com o roteiro. Não sabíamos direito o que deveríamos fazer, então apenas fizemos o que achávamos certo e quando assistimos ficamos tipo, “tudo bem, fizemos um bom trabalho”.

Tradução e Adaptação: Equipe BrasilLM

Fonte: Ash London LIVE!



19.11.20

Perrie Edwards e Alex Oxlade-Chamberlain estão juntos desde o final de 2016, e parece que um deles já está pronto para o próximo passo no relacionamento.

Em entrevista para a rádio KISSFM, Perrie admitiu que diria “SIM” caso a estrela do Liverpool a pedisse em casamento, e ainda falou sobre como o casal adorou passar um tempo em casa juntos durante o isolamento. Ela também comentou sobre o primeiro isolamento que aconteceu no Reino Unido:

Eu tenho uma casa – bem, meu namorado e eu temos uma casa em Manchester e uma casa em Londres, então estávamos juntos à princípio em Manchester, e então decidimos ficar em Londres. Eu preferiria ter ficado em Manchester do que em Londres, porque tem mais coisas para fazer lá. Mas nós temos uma linda casa em Londres com um pequeno jardim, então é melhor para o Hatchi. É estranho, não é? Não poder sair de casa, porque eu estive me isolando por muito tempo.

Agora, como o Reino Unido está pela segunda vez em isolamento social, Perrie revelou que está pronta para se comprometer com Alex, e comentou também sobre o noivado de sua colega da Little Mix, Leigh-Anne, com o atacante do Watford, Andre Gray.

Em maio deste ano foi noticiado que Leigh-Anne e Andre noivaram no dia que comemoraram 4 anos de namoro, durante o isolamento.

Segundo o Daily Mail, Perrie voltou a ser questionada durante a participação no Capital Breakfast with Roman Kemp, se diria “SIM” caso o Alex fizesse o pedido, e ela respondeu:

Eu tenho que pensar sobre isso, eu acho que [pausa] não, obviamente! Eu e Leigh-Anne estávamos apenas conversando e Andre queria esperar pelo aniversário de namoro dos dois, ‘foram quatro anos Leigh?’ E eu estava tipo, ‘ai seus quatro anos, acabei de comemorar meu aniversário de 4 anos e ganhei uma barra de chocolate Dairy Milk!’ Mas sabe de uma coisa? Eu o amo, e não queremos nos apressar, entende o que eu quero dizer? Mas seria definitivamente um sim de minha parte, com certeza!

Quando questionada se Oxlade-Chamberlain havia pensado em fazer o pedido, Perrie respondeu com segurança:

Claro que sim!

Tradução e Adaptação: Equipe BrasilLM
Fonte: Liverpool Echo



Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D &