visite a galeria de fotos littlemixpics.com

últimas imagens enviadas
10.11.20

Enquanto o grupo feminino lança seu novo álbum Confetti, as suas estrelas seguem brilhando muito.

“Ninguém pode nos dizer nada agora.” 

Jade Thirlwall, sentada no chão de seu quarto e vestida com um moletom laranja brilhante, diz:

“Antes, quando entrávamos em sessões de composições, ficávamos muito nervosas para conhecer pessoas novas e pensávamos: ‘Eu espero que pensem que nós somos boas o suficiente.’ Porém agora eu entro em uma sessão de composição e penso: ‘Eu estou no maior grupo feminino do mundo. Eu não preciso me preocupar quando entrar nesse lugar.”

Little Mix sempre foi discreta sobre suas conquistas e, apesar de sua posição como um dos maiores grupos pop femininos do Reino Unido, Jade admite que elas ainda são relativamente humildes sobre seu sucesso.

Ela nos diz:

“Isso parece muito estúpido, mas às vezes até fico envergonhada com o fato de que no meu apartamento tem uma parede com todas as minhas placas que recebemos ao longo dos anos. Eu tenho um apartamento bem pequeno, então não há nenhum outro lugar para colocá-los. Mas então, quando tenho novos convidados entrando no apartamento e eles vão ao banheiro, precisarão passar por aquele corredor. É como um corredor da fama, e me sinto tão egoísta que, para ir ao banheiro, você tem que passar por todas as minhas conquistas! Mas depois que eu mostro as pessoas, elas falam: ‘Absolutamente não – você nunca deve se sentir constrangida do quão exitosa você é’.”

Com seu sexto álbum de estúdio Confetti prestes a ser lançado, Jade terá que encontrar mais espaço naquela parede em breve. Este álbum encapsula tudo o que amamos e esperamos da Little Mix; grandes hinos pop animados com letras poderosas e vocais deliciosos.

O novo single Sweet Melody é uma música explosiva, repleta de intenções e refrão viciante com versos fortes como “ele mentia, ele traía, em batidas sincopadas“, e já deu a Little Mix seu 16º hit no Top 10 no Reino Unido.

Do refrão grandioso em uma das faixas do álbum,”Gloves Up“, à produção contagiante dos anos 80 em “Break Up Song“, não duvide que a Little Mix está abraçando seu status de titãs do pop britânico.

Leigh-Anne diz:

“Não nos colocamos sob pressão com isso. Eu sinto que aconteceu muito naturalmente. Tudo se encaixou muito bem. Foi um processo muito diferente do que estávamos acostumadas. Acho que nossos fãs só querem se sentir empolgados e felizes.”

O Confetti estava praticamente concluído antes do Reino Unido entrar no primeiro isolamento social em março, mas ainda havia pequenos ajustes a serem feitos em algumas das músicas. Assim que as restrições foram amenizadas, cada uma das garotas teve que voltar para o estúdio individualmente para fazer os retoques finais.

Normalmente, nesta fase – como nos seus cinco álbuns anteriores – todas teriam se reunido em uma sala, ouvido tudo e feito anotações sobre quaisquer ajustes que precisavam ser feitos, bem como decidir sobre a lista de faixas. Mas, devido à pandemia, isso não poderia acontecer desta vez.

Perrie admite:

“Foi um processo muito estranho. Mas nós só queríamos fazer isso, porque pretendíamos lança-lo. Estávamos tão animadas para que todos ouvissem e os fãs estavam ansiosos por isso. ”

Depois do ano que todos nós tivemos, Perrie tem razão: um novo álbum da Little Mix não iria acontecer tão cedo.

Little Mix nunca pareceu tão livre como no Confetti. É um pop assumido e ouve um grupo feminino confiante para abraçar isso ao máximo, sem sentir a necessidade de fazer uma declaração em cada canção.

Jesy diz:

“Com o LM5 era muito Girl Power. Estávamos dizendo tudo o que sempre queríamos dizer. Com este álbum, nós apenas nos divertimos e escrevemos músicas que gostamos e deu certo. Obviamente, este ainda tem hinos de Girl Power, mas eu diria que é mais eclético.”

Jade concorda, acrescentando:

“Acho que solidificamos o que somos. Nem toda música precisa ter esse significado super profundo. As pessoas sabem o que fazemos agora e o que defendemos. Acho que o LM5 tem muito a ver com solidificar isso.”

Ao longo dos anos, Little Mix desenvolveu relacionamentos sólidos com alguns dos melhores compositores do Reino Unido – muitos dos quais retornam para esta produção. Um em particular, que é um dos produtores do single Sweet Melody, é o cantor e compositor britânico MNEK.

Jesy responde quando pergunto por que as composições do MNEK são sempre adequadas para um hino da Little Mix:

“Ele simplesmente nos entende como uma banda. Ele obviamente trabalha conosco desde o início, e sabe o que queremos como banda. Ele simplesmente consegue e é apenas um produtor insano! Ele adora vocais e harmonias tanto quanto nós. Então, ele é como um quinto membro.”

Em Confetti, no entanto, também ouvimos Little Mix se unir a Tayla Parx pela primeira vez. Depois de escrever sucessos para nomes como Ariana Grande, Janelle Monae e Christina Aguilera, a cantora e compositora norte-americana finalmente conseguiu entrar em estúdio com o grupo.

Jade explica:

“Queríamos trabalhar com ela há um tempo, mas como sempre, com aqueles grandes compositores de LA, é muito difícil às vezes conseguir, a menos que você já os conheça ou conheça um amigo de um amigo”

Mas quando as meninas fizeram o pedido, elas descobriram que Tayla já estava ansiosa para trabalhar com elas também. Jade acrescenta:

“Ela é tão talentosa. Ela é uma daquelas pessoas que quando você a vê, ela é tão pequena, fofa e alegre e ela diz tipo: ‘Sim cara, eu tive essa ideia’ e ela já está pronta para lançar um hino.”

Apesar das vitórias do BRIT Awards, turnês esgotadas e álbuns multi-platina, o foco da Little Mix sempre foi os fãs. É por isso que há mais de nove anos elas têm admiradores tão dedicados que as tem ajudado a passar de retraídas do X Factor para uma sensação pop internacional.

Se você já foi a um show da Little Mix, verá o efeito que elas e sua música têm nas gerações mais jovens. Trago à tona um vídeo que Jade compartilhou recentemente na conta principal da Little Mix no Twitter, no qual um menino dançava e cantava “No More Sad Songs” sem vergonha e em um de seus shows. São os melhores 60 segundos e de pura felicidade que você pode encontrar na Internet. Perrie comenta:

“Aquele video com aquele menininho fez a minha vida. Ele está vivendo sua melhor fase sem se importar com o mundo, apenas curtindo, e é disso que se trata. É disso que trata a Little Mix. ”

Ser aliado da comunidade LGBTQ + nunca foi um problema para o grupo. Elas participaram de desfiles do orgulho LGBTQ+, tiveram representatividade em seus videoclipes, e são defensores vocais da nossa comunidade. Seus shows são uma extensão disso, oferecendo um espaço seguro para que as pessoas LGBTQ + sejam quem são sem medo de julgamento. Leigh-Anne nos diz:

“Todo mundo simplesmente aprecia e ama a todos pelo que são. Eu acho que é tão bonito. Nossa base de fãs é simplesmente muito bonita. E como você disse, é um espaço seguro. Acho que é muito importante para nós. Mesmo quando estamos no palco, e estamos olhando para a multidão, todos estão vivendo e sendo eles mesmos.”

É essa é a essência de grupo que elas levaram com sucesso para o seu programa de talentos no horário nobre da BBC One Little Mix: The Search. Justo quando você pensou que a formato de competição musical em um sábado à noite estava saturada, Little Mix veio com uma versão revigorante e envolvente do formato. O show prospera com a energia das meninas e a irmandade entre elas.

Também está claro que elas se preocupam profundamente com os concorrentes, abandonando o sensacionalismo que programas semelhantes têm propagado, em favor de um ambiente de amor e carinho para os jovens aspirantes. É por isso que o nível de talento para cantar no show é tão incrível.

“Tivemos tantos participantes que realmente disseram à equipe da BBC que antes nunca sentiram de fato que poderiam fazer uma audição para programas como este, sem talvez se tornar uma piada, ou não serem levados a sério, ou não terem cuidados adequados. Então é muito bom ver pessoas fazendo uma audição que você sabe que normalmente não fariam isso. Normalmente nestes programas há sempre um vencedor claro ou você sabe quem vai para a final. Já com o The Search, criamos seis bandas que literalmente cada uma delas poderia vencer, e ficaríamos bem com isso. Acho que isso também é realmente refrescante.” – Jade

Não estaremos sozinhos na esperança de que a BBC encomende o The Search para uma segunda temporada, e sugerimos às meninas que, para a próxima temporada, façam uma audição para um grupo drap-pop. Jade nos respondeu:

“Foi uma das ideias! Mas, novamente, nós apenas queríamos ter certeza de que foi feito corretamente. Infelizmente, não havia participantes o suficiente. Mas acho que agora que o show está no ar, se fizessemos uma segunda temporada, talvez mais pessoas fariam o teste. Eu também queria muito criar algum tipo de vibração do Scissor Sisters, porque eu sinto que esse tipo de grupo não existe há muito tempo. Especialmente agora que a dance music está indo tão bem nas paradas. Eu sinto que agora é a hora de outro grupo misto queer incrível.”

Claro que não poderíamos deixar de concordar com Jade.

Ao mesmo tempo que a Little Mix caminha para seu 10º aniversário no próximo verão, sua estrela continua brilhando. Mas estas quatro mulheres lutaram para ter sucesso. Indo para os shows ao vivo do X Factor, ninguém teria previsto que uma década depois este grupo surgiria como um dos artistas vencedores mais bem-sucedidos na história do programa. Ao refletirem sobre sua jornada até este ponto, elas sentem que a pressão diminuiu um pouco. As pessoas não podem mais duvidar de seu impacto.

“Sinto que temos essa essência sobre todas nós agora, e isso não significa que agora somos metidas, só deixamos de ter medo. Não temos que nos provar como artistas.” – Jade

Leigh-Anne concorda, mas reconhece que tem sido um caminho desafiador até este ponto.

“As pessoas não entendem como é difícil. Temos que trabalhar muito mais. E eu não sei por quê. Eu não sei o que é. O que há com as bandas femininas? Eu não sei. Mas sinto que, ao mesmo tempo, quebramos um pouco os limites, e o fato de estarmos juntas há 10 anos, isso é inédito. E daí se formos uma banda de garotas? Podemos resistir ao teste do tempo. Conseguimos, estamos aqui. ”

Com um glorioso sexto álbum de estúdio, um programa de TV em horário nobre de sucesso e, com sorte, uma turnê no Reino Unido no próximo verão (por favor, não nos faça esperar mais, Covid), a popularidade da Little Mix não mostra sinais de parar tão cedo. Contra todas as probabilidades, elas se tornaram parte da história da cultura pop britânica, com um legado que atravessará as gerações futuras.

Perrie diz:

“As pessoas realmente não podem questionar nossa credibilidade ou o que estamos fazendo. Já estamos aqui há 10 anos, então relaxe!”

Não poderíamos ter dito melhor.

Tradução e Adaptação: Equipe BRLM | Fonte: Gaytimes

 



10.11.20

Little Mix foi formado na versão britânica do The X Factor em 2011. E a cantora Perrie Edwards afirma que a banda teve que trabalhar ‘dez vezes mais sendo um grupo de garotas’ para permanecer no centro das atenções. A cantora de 27 anos falou ao Sunday Telegraph da Austrália esta semana, refletindo sobre o sucesso da Little Mix no topo das paradas em meio ao lançamento de seu novo álbum.

Foram 10 anos muito intensos. Trabalhamos tanto pelo o que alcançamos e acho que é por isso que parece incrível. Obviamente, sendo uma banda de garotas, temos que trabalhar dez vezes mais e estou feliz que valeu a pena e ainda somos as melhores amigas vivendo um sonho.

A girlband começou no X-Factor do Reino Unido e se tornou uma das maiores bandas do mundo, com 50 milhões de álbuns vendidos.  O quarteto teve uma série de sucessos pop globais, incluindo Black Magic, Shout out to My Ex e Wings.

Perrie continuou dizendo que elas tiveram que lutar para rejeitar o estigma de “girl bands” e que elas tiveram que provar que podem cantar, dançar e escrever canções.  A banda acaba de lançar seu novo álbum Confetti com Perrie admitindo que a pandemia significa que elas não podem fazer turnês tanto quanto gostariam.  Perrie disse que elas só queriam criar músicas para seus fãs. O álbum já traz duas canções de sucesso, Break Up Song e Holiday.

O grupo feminino já foi criticado por letras explícitas do álbum, que fazem alusão ao sexo. O grupo feminino entrará em uma batalha nas paradas com Kylie Minogue, que lançou seu 15º álbum de estúdio, Disco, em 6 de novembro. Uma música do Confetti supostamente faz uma crítica não tão sutil a seu antigo chefe Simon Cowell. A Little Mix se separou da gravadora de Simon, Syco, em 2018.  Elas agora estão com a gravadora RCA.

Tradução: EquipeBRLM | Fonte original: Daily Mail



10.11.20

Para celebrar o lançamento de Confetti, a Official Charts apurou quais são os álbuns mais exitosos das meninas nos charts, incluindo suas vendas físicas, downloads e streaming. Desde que ganharam o The X Factor em 2011, consagrando-se como o primeiro grupo a ganhar o reality show, Little Mix tem passado quase uma década cavando um espaço para elas como a maior girl band do Reino Unido, se não a maior do mundo. Com o lançamento de seu sexto álbum de estúdio, Confetti, Perrie Edwards, Jesy Nelson, Jade Thirlwall e Leigh-Anne Pinnock estão recuperando as pistas de danças com muito pop energético.

Mas qual dos álbuns anteriores se saiu melhor? Analisamos os números e revelamos os álbuns oficiais mais exitosos da Little Mix, com totais combinando vendas físicas, download pagos junto de mais unidades de streaming. Então, vamos começar:

 

5. LM5

Lançamento: 03 de novembro de 2018

Official Chart Peak: #3

Vendas: 292,000

Sendo este seu álbum mais pessoal, seria o último lançado em parceria com sua antiga gravadora, SYCO Music antes de assinarem um novo contrato com a RCA Label UK.  Lançado pela primeira vez em 2018, apresenta uma forma mais profunda e crua do que seus álbuns anteriores (justiça para Wasabi).  Com a ajuda de Jess Glynne e Ed Sheeran e com uma parceria ao lado de Nicki Minaj, Woman Like Me, o primeiro single do álbum, alcançou o número 2 no Official Singles Chart.

4.  Salute

Lançamento: 8 de novembro de 2013

Official Chart Peak: #4

Vendas: 415,000

Visto por muitos fãs e críticos como seu álbum mais forte, Salute imergiu Perrie, Jade, Leigh-Anne e Jesy em um mundo de R&B futurístico para seu segundo álbum de estúdio, impressionantemente elegante.

O single principal, Move, chegou ao número 3 na parada do Official Charts, com uma estrutura estranha que lembrava a música Biology das Girls Aloud. Essa não foi a única influência da girlband presente; a faixa-título colocou as meninas em vocais inspirados nas Destiny’s Child junto de batidas de R&B mais fortes. Totalizando 415.000 vendas até o momento, Salute provou que Little Mix estava no jogo há muito tempo.

3. DNA

Lançamento: 19 de Novembro de 2012

Official Chart Peak: #3

Vendas: 460,000

Como o primeiro grupo a ganhar o The X Factor, as expectativas eram muito altas para o álbum de estreia da Little Mix. Felizmente, elas aceitaram o desafio e muito mais.

O principal single Wings liderou o Official Singles Chart e alcançou uma mensagem inspiradora de amor próprio; elas se envolveram com os produtores góticos de EDM-pop em DNA, diferente de Change Your Life. Obtendo 460.000 vendas totais no Reino Unido, DNA lançaria a carreira da maior banda feminina da Grã-Bretanha e elas nunca mais olhariam para trás.

2. Get Weird

Lançamento: 6 de novembro de 2015

Official Chart Peak: #2

 Vendas: 882,000

Não chame isso de retorno! Depois de descartar um álbum já feito e que seria o seu segundo álbum, Little Mix lançou o Get Weird, que, apesar do título, provou ser o álbum com seu maior foco comercial até então.

Black Magic é uma das grandes reviravoltas sônicas do pop, com guitarras de funk irresistíveis e um refrão coberto de doces que fez a música se tornar o terceiro single número 1 das meninas no Reino Unido, liderando as paradas por três semanas consecutivas. Seguindo outros sucessos de singles como Love Me Like You e Hair com Sean Paul, Get Weird registrou vendas impressionantes de 882.000, tornando-se o segundo maior álbum do grupo.

 

1. Glory Days

 Lançamento: 18 de Novembro de 2016

Official Chart Peak: #1

Vendas: 1,15 milhões

Os dias de glória, de longe. A oferta mais forte das garotas até então, seu quarto álbum foi o sinal de um grupo feminino atingindo o auge de seus poderes. O carismático principal single Shout Out To My Ex deu a Little Mix seu quarto single número 1 no Reino Unido,  embora seja o poderoso Touch que muitos apontaram como um ponto alto em suas carreiras.

E que ponto alto! Com o quarteto firmemente em sua fase imperial, Glory Days se tornou o primeiro álbum do Little Mix número 1 no Reino Unido, vendendo impressionantes 96.200 cópias apenas na primeira semana. Ele também tem o mais longo tempo de qualquer um de seus álbuns no Top 40 Oficial de Álbuns, com um total de 89 semanas. É assim que se faz!

Tradução: EquipeBrasilLM

Fonte: Official Charts



10.11.20

O novo álbum da Little Mix, o Confetti, foi lançado recentemente em sua versão física e nas plataformas digitais. O grupo disponibilizou algumas versões do sexto CD de estúdio, como Vinil, fita cassete e autografado e nós do BRLM estaremos sorteando em parceria com a RedirectEuropa no nosso Instagram a versão autografada. Como participar? Leia as regras abaixo:

Seguir @brasillm e @redirecteuropa no Instagram e marcar 1 amigo nos comentários.

PRONTO, AGORA É SÓ CRUZAR OS DEDOS!

REGRAS:

– Não vale marcar: perfil de lojas, artistas ou repetir @ de amigo.
– Quanto mais marcar (pessoas diferentes), mais chances de ganhar.
– Deixe seu perfil aberto no dia do sorteio.
– SORTEIO SERÁ REALIZADO EM 29/11/2020, resultado será ao vivo pelos stories.
– O ganhador deve entrar em contato em 48h após o sorteio. Caso não haja contato, sortearemos o prêmio novamente.

AVISO LEGAL:

O sorteio não é patrocinado nem administrado pelo Instagram ou associado a ele.

O frete é por nossa conta. Não nos responsabilizamos por: taxas alfandegárias, extravio ou roubo do pacote no Correios.

O sorteio será realizado na Espanha portanto as regras da Portaria 422 de 18 de julho de 2013 da República Federativa do Brasil não se aplicam.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

😱SUPER SORTEIO😱 Sortearemos o álbum “Confetti” autografado pela Little Mix em parceria com a @redirecteuropa!! Será apenas 1 vencedor!! O que você precisa fazer para participar? 💜Seguir @brasillm e @redirecteuropa ⚡️Marcar 1 amigo nos comentários PRONTO, AGORA É SÓ CRUZAR OS DEDOS 🤞🏼🍀 ⚠️Não vale marcar: perfil de lojas, artistas ou repetir @ de amigo. ✅Quanto mais marcar (pessoas diferentes), mais chances de ganhar. ⚠️Deixe seu perfil aberto no dia do sorteio. ✅SORTEIO SERÁ REALIZADO EM 29/11/2020, resultado será ao vivo pelos stories. ⚠️O ganhador deve entrar em contato em 48h após o sorteio. Caso não haja contato, sortearemos o prêmio novamente. AVISO LEGAL: O sorteio não é patrocinado nem administrado pelo Instagram ou associado a ele. O frete é por nossa conta. ⚠️ Não nos responsabilizamos por: taxas alfandegárias, extravio ou roubo do pacote no Correios. O sorteio será realizado na Espanha portanto as regras da Portaria 422 de 18 de julho de 2013 da República Federativa do Brasil não se aplicam. #LittleMix

Una publicación compartida de Little Mix Brasil (@brasillm) el



09.11.20

Leigh-Anne Pinnock está reservada e ocupada. Só nas últimas semanas ela estrelou o show de talentos da própria Little Mix na BBC, foi apresentadora do MTV EMAs, ganhou dois prêmios da cerimônia, lançou o álbum Confetti, e agora ela está lançando sua própria coleção de roupas em parceria com a ASOS DESIGN.

Enquanto estamos com Leigh-Anne no banco de trás de um carro a caminho dos ensaios para nossa QUARTA entrevista juntos – a primeira, uma conversa franca e emocional sobre o racismo que ela enfrentou – encontro uma mulher com mais poder do que nunca.

A LeighAnne que você vê nesta coleção da ASOS é um símbolo de todo um trabalho próprio e auto-aceitação que ela fez, e nós adoramos ver isso. Aqui Leigh-Anne se abre sobre a coleção, como ela navegou nos altos e baixos de 2020 e como o movimento Black Lives Matter mudou tudo para ela. Ela está tão pronta!

2020 tem sido uma jornada e tanto para você – você ficou noiva, teve Little Mix: The Search, você tem um novo álbum e agora a edição da ASOS DESIGN. Como você está se cuidando com todos os altos e baixos?

Tem várias coisas acontecendo! Estou apenas aceitando o que vem, especialmente porque parece que todos querem um pedaço de mim e é realmente assustador, mas irei aproveitar essas oportunidades para continuar falando e aumentar a conscientização. Mas estou pronta! Estou brilhando querido!

Estava pensando na entrevista que fizemos, onde você falou sobre o racismo que enfrentou. Quando você olha para trás, para aquela garota agora, você tem mais controle sobre o poder que tem?

Não consigo nem começar a explicar o quanto eu me sinto no controle. Acho que com aquela entrevista que fizemos, toquei em algumas das coisas que estava sentindo, mas não entrei no assunto da maneira que fiz como no vídeo que postei no Instagram. Isso é porque eu estou com cicatrizes. Eu realmente pensei que perderia fãs. Eu não sabia como explicar. Não tive coragem de realmente entrar nisso. Então, com o movimento acontecendo e as pessoas querendo ouvir e entender, eu apenas pensei, ‘Eu só vou dizer isso!’ Você não pode mais ficar calada sobre isso, não pode mais se conter. Você precisa ter uma voz. Essas conversas que eram tão “estranhas” agora são conversas que você precisa ter diariamente. Não tenha mais medo de dizer coisas. Eu me sinto uma pessoa diferente, a confiança e o poder que sinto são incríveis.

As fotos para a edição são um arraso! Como você usou a moda para se fortalecer quando se sentiu impotente?

Sempre adorei moda e sempre a usei para me expressar. E ter uma edição com a ASOS, eu simplesmente amo a ASOS, já que cada peça é incrível

O que você mais cobiça?

Tem um vestido meu verde e não estou brincando, eles fizeram isso para mim. Estou obcecada com a cor. O ajuste é tão sexy. Não podemos estar realmente festejando agora, mas é perfeito para preparar o jantar de Natal, talvez? Eu estive planejando roupas assim.

Você tem sua própria marca especial de poder feminino. Como você inspirou isso nesta edição?

Nas fotos há uma mistura de sexy e de não me levar muito a sério. Não sou uma pessoa muito séria. Eu sou boba e queria que isso fosse mostrado nas fotos. Além disso, possuindo meu poder e minha confiança, espero que isso também tenha acontecido.

A moda deveria ser apenas sobre como vestir o que faz você se sentir confortável, mas as pessoas ainda fazem muitos julgamentos sexistas sobre o que as mulheres usam. O que você quer dizer a esses críticos?

Estamos tão acostumadas com isso. Nós apenas ignoramos agora, porque se você quiser usar algo, você deve usá-lo. Chegamos a um ponto em que não ligamos, não lemos os comentários, e usamos o que nos faz sentir bem. Somos mulheres adultas e merecemos ser sexys!

Com sua marca de biquínis, In’A’SeaShell, você disse que queria que fosse para todos. Como você manteve essa mensagem inclusiva com esta edição?

Eu nunca representaria uma marca que não representasse formas e tamanhos diferentes. Cada corpo é um corpo perfeito. A perfeição não existe. A perfeição é quem você é, porque você foi feito de maneira perfeita. Você não precisa mudar por ninguém. Quanto mais representação houver, melhor.

Você se sente mais representada pela indústria da moda do que antes?

Eu definitivamente sinto que houve progresso. Mas ainda há um longo caminho a percorrer, especialmente na indústria da moda. Acho que é por isso que tomei uma decisão consciente com minha marca, In’A’SeaShell, para ter a certeza de que era diversa porque não a vejo como o suficiente. Atualmente, quando ligo a TV, vejo mais negros na tela, então há um progresso lá e lentamente estou vendo, mas ainda há um longo caminho a percorrer, cem por cento.

O novo álbum da Little Mix, Confetti, foi lançado. Estou com sede desse álbum, o que podemos esperar?

O álbum é uma celebração da Little Mix, pois já faz quase 10 anos. Temos uma linda balada nela – todas nós realmente brilhamos com nossos vocais, então isso realmente atinge quem ouve e eu estou tão animada para que as pessoas ouçam.

Antes você se sentia invisível. Você sente que quando está fazendo coisas como esta edição do ASOS DESIGN, você está fazendo isso por aquela garota que costumava se sentir invisível? O quão orgulhosa você acha que aquela garota ficaria de você agora?

Você está tentando me fazer chorar de novo? Brincadeira! Acho que ela estaria realmente orgulhosa. Não estou brincando, essa é uma garota diferente. Eu não a reconheço mais. Eu me sinto muito mais forte e isso se deve a oportunidade de falar dessas coisas. Deixando isso claro, não sinto mais uma dor forte; Eu não tenho isso guardado. As pessoas sabem como me sinto agora e acho que ficaram chocadas com isso. Tenho muita certeza agora. Sempre soube quem eu era, porém tenho esse novo poder e ele está surgindo agora. Eu gostaria de poder contar a todos vocês sobre as coisas que estão acontecendo, pois é realmente louco! Estou muito entusiasmada com o futuro.

Não podemos entrar no circuito da festa de Natal da mesma maneira. Como podemos tornar esta temporada de festas à prova de Leigh-Anne?

Se você não pode fazer nada e está apenas em sua casa, quero que toque um pouco de música, coloque seu melhor vestido e seus melhores saltos e apenas dance. Faça uma festa sozinho. Ainda podemos festejar. Ainda podemos ser felizes. Ninguém vai nos impedir de ter uma boa aparência. Deveríamos estar vestidos para nós mesmos no final do dia de qualquer maneira!

Tradução: Equipe BRLM

Fonte original: Glamour Magazine UK



09.11.20

O Little Mix: The Search teve seu último episódio exibido no sábado (07/10) e que consagrou a banda Since September como campeã da competição musical. Infelizmente por problemas de saúde a Jesy não participou da final.

A final foi linda e emocionante, e todos os grupos tiveram que se apresentar duas vezes e em cada apresentação Jade, Leigh-Anne e Perrie teriam que dar uma nota de até 100% para eles, porém a decisão final ficou para o público de casa, que puderam votar no seu grupo favorito.

Nós do BrasilLM estamos disponibilizando o episódio sem legenda e em breve atualizaremos com o episódio legendado.

ENJOY!



09.11.20

Little Mix acaba de se tornar o grupo de maior sucesso na história do The Official Big Top 40.

Jade, Jesy, Leigh-Anne e Perrie foram para o número 1 neste domingo com seu mais recente single ‘Sweet Melody’, e agora é o sexto número 1 das meninas no maior programa de charts do Reino Unido – que é mais do que qualquer outro grupo ou banda já teve.

Little Mix estava anteriormente empatada com One Direction e Clean Bandit, que tinham cinco músicas em primeiro lugar cada.

O grupo lançou seu sexto álbum de estúdio, Confetti, na sexta-feira, que também inclui o ex-número 1 ‘Break Up Song‘. As seis músicas número 1 da Little Mix no The Official Big Top 40 são [em ordem alfabética]:

  1. Black Magic
  2. Break Up Song
  3. Shout Out To My Ex
  4. Sweet Melody
  5. Woman Like Me (feat Nicki Minaj)
  6. Wings.

Fonte: Big Top 40



09.11.20

Os fãs da Little Mix estão amando as letras mais picantes do seu novo álbum, Confetti, que foi lançado na última sexta-feira e está repleto de insinuações sexuais atrevidas.

Faixas atrevidas como “Rendezvous” e “Nothing But My Feelings” deixam pouco para a imaginação e têm sido elogiadas por assumirem um tom mais adulto.

Falando com o Metro UK antes de apresentar o MTV EMA esta noite, a cantora Perrie Edwards explicou como a banda se compromete entre cantar sobre sexo e estar atentas ao seus fãs mais jovens. Ela disse:

“Eu acho que há uma maneira de fazer isso, é ser muito atrevido e um pouco travesso, mas não dizer isso de forma explícita. Estamos ficando espertas com as letras e acho que fizemos muito isso no passado porquê sabemos que temos uma base de fãs jovens, mas somos mulheres.”

Ela observou que Leigh-Anne Pinnock e Jesy Nelson têm 29 anos e estão se aproximando dos 30, então, naturalmente, querem abraçar o ‘ser mulher’ e tudo o que vem com a controle de sua sensualidade.

“Então, duas de nós no grupo tem quase 30 anos…”

Perrie disse, enquanto Leigh-Anne fingia horror com sua idade sendo revelada, dizendo em falso choque:

“Obrigada por contar à todos.”

Perrie, 27, continuou:

“Somos mulheres maduras, queremos falar sobre coisas ousadas, mas gostamos de respeitar nossos fãs também.”

Rendezvous mostra as garotas da Little Mix explicando à um amante que estão bem humoradas. Elas cantam:

“Hora para dois? Não estou tentando me apaixonar por você, apenas tento fazer um encontro. E você já sabe a hora e o lugar, venha me ver cara a cara.”

Em Nothing But My Feelings, as garotas explicitam os termos de um caso de uma noite, cantando:

“Eu sei que nunca vamos dar certo, mas se você está procurando por um treino, você deveria vir.”

As cantoras estão todos apaixonados com Leigh-Anne noiva do jogador de futebol Andre Gray, Perrie em um relacionamento de três anos com a estrela do Liverpool Alex Oxlade-Chamberlain, Jesy namorando o ator de Our Girl Sean Sagar e Jade Thirwall namorando a estrela de Rizzle Kicks, Jordan Stephens .

Fonte: Metro



09.11.20

NOTA: 4 ESTRELAS

 

As vencedoras do X Factor quebram as regras do pop com estilo em seu primeiro álbum desde que saíram da empresa de Simon Cowell.

Nove anos depois da sua vitória no X Factor, Little Mix, que está começando seu próprio programa de talento na TV, pode fazer parecer que elas estão apenas repondo a máquina que fabricou o grupo, quando na verdade elas estão reescrevendo o formato desse tipo de programa, promovendo o bem estar dos participantes.

Em seu primeiro álbum após terminar sua relação com a Syco, elas dissecam as expectativas criadas sobre as mulheres na música pop. Not A Pop Song revira os olhos para a contradição do “real” e do “trágico”, enquanto no refrão crescente elas desafiam e reivindicam o pop.

Elas transformam as relações ruins em hinos. “Ele mentia, ele me traía, entre batidas sincopadas“, canta Perrie Edwards no cenário gótico de Sweet Melody. O reconhecimento é conquistado.

Confetti é mais potente que o LM5 lançado em 2018. Flertando em Holiday e fingindo ser a ex inocente em A Mess, o charme vocal delas é bem destacado. (Apenas Gloves Up parece meio perdida, tipo um descarte da Sia).

E isso mistura a estranheza delas com o estilo garage de divas do UK no pacote, regido por Happiness – seguindo o rigor e alta patente do mercado: If You Want My Love confiantemente ecoa as referências de Britney/Christina. É preciso ser um grupo bem versado nas regras da música pop para quebrá-las de forma tão inteligente.

Fonte: The Observer



09.11.20

Neste domingo (08/11) Little Mix dominou os palcos da maior premiação musical da Europa, o Europe Music Awards. Além de performar seu novo single, “Sweet Melody”, as meninas também tiveram a oportunidade de apresentar uma premiação pela primeira vez em sua carreira, o que tornou a noite ainda mais especial para o grupo. Como se não bastasse serem as anfitriãs da noite, as estrelas do pop ainda levaram para casa os prêmios de “Best UK & Ireland Act” pela quinta vez (terceira consecutiva), e a categoria “Best Pop” pela primeira vez na história do grupo. Embora a noite tenha sido um marco na carreira do Little Mix, infelizmente Jesy não pôde se fazer presente na premiação. O motivo da ausência não foi especificado pela empresa que apenas afirmou em nota oficial que a mesma não estava se sentindo bem e por esse motivo não participou da premiação.

Confira as fotos em nossa galeria:

Confira a performance das meninas:



Little Mix Brasil • Hospedado por Flaunt • Layout por Lannie D &